GP1

Itaquiraí - Mato Grosso do Sul

Homem é executado após ser filmado beijando criança no Mato Grosso do Sul

O vídeo foi gravado e publicado pela própria mãe da criança, que se relacionava com o homem há 4 meses.

Um homem de 41 anos foi executado a tiros dentro de casa após um vídeo em que ele beija uma criança na boca repercutir nas redes sociais. O assassinato ocorreu na última terça-feira (23) e o vídeo foi gravado no domingo (21), ambos em Itaquiraí, no Mato Grosso do Sul.

De acordo com a Polícia Civil, que está investigando o caso, o vídeo do homem beijando uma menina foi gravado durante um passeio de barco no Rio Paraná. As imagens foram gravadas e publicadas pela própria mãe da criança, com quem ele mantinha um relacionamento há 4 meses, e que está sendo investigado por ser cúmplice ao presenciar o crime de estupro de vulnerável.

Um homem de 41 anos foi executado a tiros dentro de casa após um vídeo em que ele beija uma criança na boca repercutir nas redes sociais. O assassinato ocorreu na última terça-feira (23) e o vídeo foi gravado no domingo (21), ambos em Itaquiraí, no Mato Grosso do Sul.

Posted by GP1 - O 1º Grande Portal de Notícias do Piauí on Friday, November 26, 2021

Dois dias depois da repercussão do vídeo, o homem foi executado dentro da própria residência. Ainda não se tem detalhes de como ocorreu o homicídio e se o crime tem relação com o vídeo publicado.

Foto: Reprodução/Redes sociaisAcusado de estupro de vulnerável é executado no Mato Grosso do Sul
Acusado de estupro de vulnerável é executado no Mato Grosso do Sul

Segundo decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), o beijo em criança pode ser considerado ato libidinoso para fins de tipificação do crime de estupro de vulnerável. Caso a mãe seja condenado por ser cúmplice, a pena de reclusão varia de 8 a 15 anos.

A menina e as duas irmãs foram acolhidas pelo Conselho Tutelar de Itaquiraí e estão afastadas da mãe, que confirmou a autoria do vídeo.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.