GP1

Mundo

Morre aos 77 anos a primeira mulher a escalar o Everest

A montanhista Junko Tabei foi vítima de um câncer.

Junko Tabei, montanhista japonesa e a primeira mulher a escalar o monte Everest em 1975, morreu aos 77 anos devido a um câncer. A imprensa japonesa fez o anúncio neste domingo (23), mas Tabei morreu na última quinta-feira (20), em um hospital de Saitama, localizado aos arredores de Tóquio.

Em 16 de maio de 1975, aos 35 anos, a escaladora, nascida em Fukushima, alcançou o mais alto cume do mundo (8.848 metros). Em 1992, Tabei também se tornou a primeira mulher a completar "As Sete Cúpulas", as montanhas mais altas de cada continente.

  • Foto: DivulgaçãoJunko TabeiJunko Tabei

Graduada em literatura inglesa na Universidade feminina de Showa, Tabei fundou em 1969 o Clube Montanha para Mulheres do Japão. De acordo com informações do G1, ela escalou picos em mais de 60 países e aos 70 anos continuou viajando para outros países de maneira regular para fazer montanhismo cinco ou seis vezes ao ano.

Tabei também recebeu o prêmio Mountain Hero Award do instituto da montanha de Washington em 2008 e escreveu também, dentre outros livros, sua biografia, na qual se definiu como “uma dona de casa que escala montanhas”.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.