Pio IX - PI

Acusado de aplicar golpes em aposentados é preso em Pio IX

O prejuízo contabilizado pelos investigadores é de mais de R$ 30.000,00. O indivíduo já havia sido condenado, em 2015, pelo crime de estelionato quando se passou por um advogado.

Laura Moura
Teresina
- atualizado

Policiais civis prenderam, na manhã desta segunda-feira (11), um homem identificado como Jorge Cláudio Dantas Amaro, acusado de aplicar golpes por meio de empréstimos fraudulentos na cidade de Pio IX. As vítimas, normalmente, eram aposentadas e o prejuízo contabilizado pelos investigadores é de mais de R$ 30.000,00.

O indivíduo foi capturado na própria residência, através do cumprimento de um mandado de prisão preventiva. O delegado Aureliano Barcelos, da Polícia Civil de Pio IX, esquematizou como Jorge atuava na prática dos delitos. “Ele tinha um bar e, às vezes, os aposentados deixavam o cartão para efetuar os pagamentos. Então, ele ficava com os cartões das pessoas, fazia empréstimos fraudulentos e transferia para a conta da esposa dele. Além das transferências, Jorge também sacava o dinheiro do benefício dos idosos”, afirmou.

Até o momento, as três vítimas foram a própria cunhada do acusado, um idoso que está desaparecido há quatro anos e um terceiro aposentado, que também era cliente do estabelecimento comercial de Jorge. Este último, foi o responsável por registrar o boletim de ocorrência e por ter tido um prejuízo de R$ 30.000,00.

O delegado Aureliano Barcelos explicou também que o indivíduo já havia sido condenado pelo crime de estelionato em 2015, quando, em uma determinada ocasião, fingiu ser advogado. As investigações estão apontando que a companheira de Jorge não está envolvida nas práticas criminosas, mesmo que todo o dinheiro tenha sido transferido para a conta dela.

Na casa do dono do bar, foram apreendidos diversos documentos como extratos, número de contas, senhas, cartões, máquinas de cartões e dentre outros. Ele foi conduzido para a delegacia e autuado pelos crimes de estelionato, furto mediante fraude e lavagem de dinheiro.

Mais conteúdo sobre: