Teresina - PI

Ato pró-Bolsonaro reúne centenas de pessoas na zona leste de Teresina

A concentração teve início por volta de 16h, na Ponte Estaiada, na zona leste de Teresina.

Nayrana Meireles
Teresina
Germana Chaves
Teresina
Laura Moura
Teresina
- atualizado

Teresinenses realizam ato a favor de Bolsonaro na Ponte Estaiada

Centenas de pessoas se reuniram na tarde deste domingo (26), em Teresina, em um ato a favor do presidente da República, Jair Bolsonaro e de medidas do Governo tais como: a reforma da Previdência e o Pacote Anticrime, apresentado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro. A concentração teve início por volta de 16h, na Ponte Estaiada, na zona leste da capital. O movimento Avança Piauí se uniu aos mais de 20 estados do país que realizaram protestos.

O Coronel Márcio Oliveira informou que cerca de 1300 pessoas participaram do movimento realizado no Complexo Turístico da Ponte Estaiada. De acordo com ele, a Polícia Militar teve o cuidado de estar presente para garantir a ordem.

“É um movimento espontâneo, mas tivemos a preocupação de estar aqui porque como é uma área de grande movimentação, essa aglomeração de pessoas pode trazer alguns transtornos ao trânsito, como também pode haver algum problema pelo uso de bebida alcoólica na manifestação. Então estamos com duas equipes do 5º Batalhão acompanhando o movimento e ao mesmo tempo verificando para que não haja nenhum problema. Até o momento, está tudo tranquilo e a polícia está somente para garantir que a ordem seja mantida”, explicou o coronel ao GP1.

A nossa reportagem conversou também com o professor de matemática Maxwel Soares. Ele defendeu a reforma da Previdencia e disse que esse é “um mal necessário”. “A previdência é um mal necessário. Hoje nosso país está sofrendo porque não consegue ter uma economia estável e isso ajudaria a estabilizar. Com relação ao Coaf, eu costumo brincar dizendo que quem está querendo agredir o Coaf não sabe se quer apanhar do pai ou da mãe, mas sabe que na frente vai apanhar. Não sabe se quer ficar na mão do Moro ou do Paulo Guedes, mas na frente todo mundo sabe que todos sejam pegos”, disse o professor.

A advogada Rubenita Lessa ressaltou a importância da manifestação e disse que o momento serviu para desmistificar afirmações de que o presidente da República estaria perdendo o apoio popular em menos de seis meses após assumir o comando do país.

“Tem muita importância essa manifestação. A primeira é mostrar que foi uma mentira a narrativa de que o presidente, com apenas cinco meses de mandato, estaria perdendo o seu apoio popular. É preciso trabalhar com verdade e de fato não era necessário que o povo fosse para a rua. Mas sabemos e entendemos da manipulação que há nas redes, sobretudo na imprensa no intuito de mostrar que o presidente está sem apoio. Não é verdade, as manifestações de hoje mostraram o apoio ao nosso presidente, que é essencial no sistema presidencialista”, disse a advogada.

Rubenita Lessa ainda reforçou a importância de aprovar medidas apoiadas pelo Governo. Ela afirmou que os atos de hoje servirão para pressionar o Congresso Nacional. “O segundo ponto importante das manifestações é mostrar que entendemos o sistema presidencialista, por isso, sabemos da importância do Congresso Nacional. Então as medidas que o presidente apresentou, elas precisam ser aprovadas pelo Congresso. As manifestações de hoje são uma pressão popular para dizer aos parlamentares que chega de disputa partidária. Agora nós precisamos deles apoiando o Brasil. O Brasil não pode quebrar, precisa deslanchar e apoiando ou não o presidente é necessário pensar no Brasil”, ressaltou ela.

A advogada elencou as medidas que precisam do apoio irrestrito do Congresso para que sejam aprovadas com celeridade. “Além da reforma da Previdência, tem o Pacto Federativo, menos Brasília, mais Brasil. É preciso que os parlamentares entendam isso, que os municípios dependem do dinheiro da União. A reforma tributária, que já vai entrar em pauta. Precisamos da aprovação do Pacote Anticrime. O brasileiro que reclama de impunidade, para isso precisamos alterar nossa legislação penal, para que as pessoas que cometerem crimes já possam pagar pelos seus atos e que essa infinidade de recursos seja diminuída”, completou Rubenita.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Manifestantes pró-Bolsonaro vão às ruas em 26 estados e no DF

Manifestantes pró-Bolsonaro arrancam faixa em favor da educação em Curitiba

Manifestação a favor de Bolsonaro no Rio de Janeiro tem pautas diversas

Mais conteúdo sobre: