Brasil

Bolsonaro elogia primeiro-ministro de Israel em reunião no Rio

 Bolsonaro afirmou que "mais que bons parceiros, nós seremos irmãos" e disse ter Israel como exemplo de país desenvolvido.

Por  Estadão Conteúdo

Em discurso na sinagoga Kehilat Yaacov, em Copacabana (zona sul do Rio), na tarde desta sexta-feira, 28, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) fez elogios ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. O chefe de governo israelense iniciou nesta sexta visita ao Brasil e estava com o brasileiro. Bolsonaro afirmou que "mais que bons parceiros, nós seremos irmãos" e disse ter Israel como exemplo de país desenvolvido.

"Hoje conheci um homem que para mim é exemplo de patriotismo, de abnegação e trabalho pelo seu povo, o senhor Benjamin Netanyahu. Um capitão, como eu, mas com história, história que serve de exemplo para todo cidadão de bem", afirmou Bolsonaro.

  • Foto: Fábio Motta/Estadão ConteúdoJair Bolsonaro Jair Bolsonaro

"Nos últimos anos, para estimular o povo brasileiro para dizer que nós temos tudo para dar certo, eu sempre citava o exemplo de Israel e dizia: 'Olha o que eles não têm e veja o que eles são; agora olhem para o Brasil, vejam o que nós temos e o que nós não somos'", continuou o presidente eleito.

Para Bolsonaro, o que falta ao brasileiros é "fé". "É a vontade de querer acertar, é se aproximar de bons países, é buscar parcerias e acordos. Mas com Israel vai ser um pouco além disso: nós seremos mais do que bons parceiros, nós seremos irmãos. Essa primeira vinda de um chefe de Estado (sic) ao Brasil ficará marcada na história, mas a grande marca será sim nossa afinidade, nossa aproximação, aquilo que faremos juntos. Juntos mais com outros países, como os Estados Unidos, entre tantos outros, que pensam e têm uma ideologia parecida com a nossa, temos tudo para nos ajudarmos e fazermos o bem para os nossos povos. Senhor ministro, muito obrigado pela oportunidade. Que Deus nos abençoe", concluiu Bolsonaro.