Política

Ciro Nogueira não descarta aliança com PT de Wellington Dias em 2022

“Tudo pode acontecer [aliança entre PP e PT], menos o Progressistas não ter candidato em 2022”, declarou Ciro durante entrevista ao GP1.

Germana Chaves
Teresina
Fábio Wellington
Teresina
- atualizado

Como informado pelo GP1, está prevista para esta semana uma reunião entre o governador do Piauí Wellington Dias (PT-PI) e o senador piauiense e presidente nacional do Progressistas, Ciro Nogueira. A expectativa é que nesse encontro, seja estabelecido um ponto de equilíbrio na relação entre eles que há muito tempo anda estremecida.

Os aliados dos dois líderes têm buscado evitar que esse distanciamento afete os acordos firmados entre o PP e o Partido dos Trabalhadores e que isso respingue, negativamente, no processo eleitoral deste ano e, sobretudo, no pleito de 2022, quando Ciro pretende se lançar como candidato ao Palácio de Karnak. Inclusive, esse tema foi abordado pelo GP1 durante entrevista com o Ciro, nessa terça-feira (28).

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ciro Nogueira Ciro Nogueira

Quando questionado por nossa reportagem se haveria alguma possibilidade de Progressistas e PT estarem no mesmo palanque no pleito de 22, o senador não descartou. Porém, fez questão se reafirmar que o que não vai mudar é o fato de seu partido ter candidato ao Governo do Piauí.

“Tudo pode acontecer [aliança entre PP e PT], menos o Progressistas não ter candidato em 2022”, avisou Ciro Nogueira. O diálogo com Wellington Dias está previsto para ocorrer nesta quarta-feira (29) e foi proposto pelo chefe do Palácio de Karnak.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington Dias e Ciro Nogueira vão se reunir na próxima semana

Ciro Nogueira admite racha entre PP e PT e reafirma aliança com Bolsonaro