Fronteiras - PI

Criança de 9 anos é assassinada com tiro na cabeça em Fronteiras

O alvo, segundo a Polícia Militar, era o pai da vítima que se refugiou para dentro de casa, mas o disparo acabou atingindo o filho.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Uma criança de 9 anos, identificada como Sebastião Ariel de Sousa, morreu depois de ser atingida com um tiro na cabeça, na noite dessa segunda-feira (25), no município de Fronteiras. O alvo, segundo a Polícia Militar, era o pai da vítima que se refugiou para dentro de casa, mas o disparo acabou atingindo o filho.

De acordo com o capitão Gilson Medeiros, comandante da Polícia Militar de Fronteiras, por volta de 18h20 dois homens em uma motocicleta se aproximaram da casa do alvo, identificado como Getúlio Maximiano, que ao perceber a aproximação da dupla correu para dentro do imóvel, mas um dos quatros tiros disparados pelo suspeito acertou a criança, que estava com o pai no momento da ação criminosa.

“Um dos disparos atingiu a criança na cabeça, onde a mesma foi socorrida para o Hospital de Fronteiras e encaminhada posteriormente para o Hospital Regional em Picos”, contou o capitão.

O pai da criança relatou que reconheceu o atirador, de iniciais R. R da S, que é acusado de homicídio, já respondeu por tráfico, roubos e furtos. “A vítima disse aos policiais não ter dúvidas quanto à autoria do crime, pois reconheceu o agressor que atirou contra si e contra o seu filho, afirmando ainda que viu o rosto no momento que desceu da motocicleta, contudo, não conseguiu identificar o piloto da moto”, acrescentou.

Sebastião Ariel precisou ser encaminhado para o Hospital Regional Justino Luz, em Picos, onde terminou falecendo diante da gravidade do ferimento.

Prisão do acusado

A Polícia Militar já iniciou as diligências em busca dos suspeitos do homicídio e conseguiu prendê-lo ainda ontem. O pai da criança afirmou que o crime foi provocado por uma rixa, pois o acusado já havia tentado mata-lo em outra ocasião. R. R da S foi conduzido à Polícia Civil, que adotou os procedimentos necessários para a autuação em flagrante.

Mais conteúdo sobre: