Saúde

EUA anunciam envio de 2 milhões de doses de hidroxicloroquina para o Brasil

Remédio tem sido defendido pelo presidente americano, Donald Trump, e pelo presidente Jair Bolsonaro como um tratamento para covid-19.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

A Casa Branca informou neste domingo, 31, que o governo americano enviou dois milhões de doses de hidroxicloroquina para o Brasil. O remédio tem sido defendido pelo presidente americano, Donald Trump, e pelo presidente Jair Bolsonaro como um tratamento para covid-19, apesar de estudos científicos não indicarem a eficácia da droga.

Bolsonaro já havia afirmado, na quarta-feira, que Trump enviaria os comprimidos do medicamento para o Brasil, em conversa com apoiadores na portaria do Alvorada.

A droga, usada para tratamento da malária, foi inicialmente vista como esperança para a covid-19 e avidamente defendida por Trump e Bolsonaro. Os testes científicos feitos em humanos até o momento não comprovaram os benefícios.

Em comunicado, a Casa Branca informou que a droga será usada para profilaxia para ajudar a proteger enfermeiros, médicos e profissionais de saúde brasileiros, e que também terá usado para terapia dos infectados.

A Casa Branca também confirmou que enviará "em breve" mil respiradores para o Brasil. A doação dos respiradores foi anunciada pelo chanceler Ernesto Araújo no mesmo dia que os Estados Unidos confirmaram que iriam restringir a entrada de pessoas que estivessem no Brasil, em razão do avanço da pandemia no País.

Mais conteúdo sobre: