Teresina - PI

Ex-deputada federal Myriam Portella morre aos 87 anos

Myriam Portella é mãe da deputada federal Iracema Portella. Ela morreu vítima de pneumonia.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A primeira mulher a se eleger deputada federal pelo Piauí, mãe da deputada federal Iracema Portella (PP) e ex-primeira-dama do Piauí, Myriam Portella, faleceu na tarde desta terça-feira (07) aos 87 anos vítima de pneumonia.

A informação foi confirmada ao GP1 pela assessoria de comunicação de Iracema Portella. Myriam Portella já estava com a saúde frágil devido uma pneumonia e faleceu na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Terapia Intensiva (HTI) no início da tarde de hoje.

  • Foto: GP1Myriam PortelaMyriam Portela

Biografia

Myriam Nogueira Portella Nunes era advogada formada pela Universidade Federal do Piauí em 1978 e funcionária do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI). Já foi presidente da Federação das Bandeirantes do Brasil, foi primeira-dama do Piauí durante o governo de Lucídio Portela, quando presidiu a Comissão de Assistência Comunitária (CAC), foi precursora do Serviço Social do Estado (SERSE) e da Secretaria de Ação Social e Cidadania. Em 1985, disputou sua primeira eleição como candidata à prefeitura de Teresina pelo PDS e ficou em 3º lugar.

No ano de 1986 Myriam Portella viu seu marido ser eleito vice-governador do estado na chapa de Alberto Silva e ela própria foi eleita deputada federal, se tornando a primeira mulher a fazer esse feito, com cerca de 70% de sua votação oriunda de Teresina, o que não impediu uma nova derrota na disputa pela prefeitura da cidade em 1988 quando, inicialmente cotada para ser vice-prefeita na chapa de Heráclito Fortes, terminou novamente na terceira posição.

Pouco antes das eleições presidenciais de 1989 anunciou seu apoio à candidatura do senador Mário Covas e se filiou ao PSDB. Em seu novo partido foi eleita suplente de deputado federal em 1990 e perdeu a eleição para vereadora de Teresina em 1992. Nomeada secretária da Criança e do Adolescente na terceira administração Wall Ferraz em 1993, permaneceu no cargo por oito anos. Presidiu também o PSDB Mulher no estado do Piauí.

Velório

Devido ao período de quarentena por causa do novo coronavírus (Covid-19), não haverá o velório da ex-deputada. A despedida será restrita aos familiares apenas.

Mais conteúdo sobre: