Teresina - PI

Gerente do banco Itaú e família são sequestrados em Teresina

A ação policial executada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), terminou com as prisões de seis acusados.

Davi Fernandes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O gerente de uma agência bancária do Itaú e sua família foram vítimas de sequestro, na modalidade sapatinho, quando as vítimas ficam sob cárcere e são libertadas no dia seguinte. O crime se deu na noite dessa terça-feira (07) no bairro Gurupi e as vítimas acabaram sendo libertadas por volta de 15h desta quarta-feira (08), na BR 343, na saída de Teresina em direção a Altos. A ação policial executada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), terminou com as prisões de seis acusados.

Conforme o delegado geral da Polícia Civil do Estado do Piauí, Lucy Keiko, as investigações tiveram início na manhã de hoje pelas equipes do GRECO, com o apoio do Batalhão de Operações Especiais do Piauí (BOPE) e da Coordenação de Recursos Especiais da Polícia Civil (CORE).

  • Foto: Lucas Dias/GP1Lucy KeikoLucy Keiko

“Na noite de ontem iniciou um crime de extorsão mediante sequestro. Alguns indivíduos sequestraram a família de um gerente de uma agência bancária aqui de Teresina. Hoje pela manhã o GRECO tomou conhecimento desse fato e passou o dia em diligência com o BOPE e CORE investigando de forma silenciosa para descobrirmos onde estavam as vítimas”, destacou.

A polícia conseguiu recuperar todo o dinheiro que havia sido roubado das vítimas, cerca de R$ 39 mil.

De acordo com o coordenador do GRECO, delegado Tales Gomes, o gerente foi obrigado a entregar a quantia de dinheiro e logo depois ele a família foram liberados pelos criminosos.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Coordenador do GRECO, delegado Tales GomesCoordenador do GRECO, delegado Tales Gomes

“A partir do acionamento do GRECO, todas as equipes começaram a fazer o trabalho de levantamento de informações, monitoramento que culminou na captura de três pessoas e a apreensão de todo o dinheiro retirado da agência e entregue aos criminosos, depois disso, a família foi liberada e damos início a uma perseguição até conseguirmos prendê-los na Avenida Joaquim Nelson no Dirceu”, informou.

Ainda de acordo com o delegado, seis suspeitos foram presos durante a ação. "Prendemos 6 pessoas por envolvimento no sequestro do gerente. Apreendemos todo o dinheiro tirado do banco, três carros e duas armas usadas no crime", acrescentou o delegado Tales Gomes.

Os presos serão autuados pelos crimes de organização criminosa; extorsão mediante sequestro; posse ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes. O GRECO ainda vai seguir com novas diligências para realizar novas prisões de envolvidos no crime.

Mais conteúdo sobre: