Teresina - PI

Israel anuncia testes em humanos para vacina própria contra covid-19

Inicialmente, serão 80 voluntários com idades entre 18 e 55 anos, que serão monitorados por três semanas.

Jeyson Moraes
Teresina
- atualizado

O Governo de Israel anunciou neste domingo (25) que os testes em humanos da vacina contra a covid-19, conhecida como “Brilife”, produzida pelo próprio país, começarão no dia 1º de novembro. A decisão de iniciar os testes se deu após aprovação regulatória dos órgãos de saúde.

“O Instituto de Pesquisa Biológica de Israel [IIBR] recebeu todas as aprovações necessárias do Ministério da Saúde e do Comitê de Helsinque para o estágio mais crucial no desenvolvimento de uma vacina contra a Covid -19. Os ensaios clínicos em participantes humanos começarão no domingo, 1º de novembro”, disse o Ministério da Defesa em comunicado.

O desenvolvimento da vacina está sendo monitorado por um instituto supervisionado pelo Ministério da Defesa do país. Os testes da vacina iniciaram ainda no mês de março, em animais. Agora, após sinal verde dos órgãos de saúde, a vacina avançará para a próxima fase, que é o teste em humanos.

Inicialmente, serão 80 voluntários com idades entre 18 e 55 anos, que serão monitorados por três semanas. Em seguida, outra fase está prevista para dezembro com cerca de 960 pessoas com mais de 18 anos. Caso tenha sucesso em todas as fases anteriores, a seguinte fase será com 30 mil voluntários em abril do ano que vem.

A meta final é disponibilizar 15 milhões de doses da vacina para os residentes de Israel e para os países vizinhos.

Mais conteúdo sobre: