Mundo

Jair Bolsonaro reafirma apoio a Juan Guaidó na Venezuela

"O Brasil está ao lado do povo da Venezuela, do presidente Juan Guaidó e da liberdade dos venezuelanos", afirmou o presidente.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), foi ao Twitter nesta terça-feira, 30, demonstrar solidariedade ao povo da Venezuela. As ruas das principais cidades do país são tomadas por conflitos entre apoiadores do presidente Nicolás Maduro e o autoproclamado presidente interino Juan Guaidó, que tem o apoio do governo brasileiro.

"O Brasil acompanha com bastante atenção a situação na Venezuela e reafirma o seu apoio na transição democrática que se processo no país vizinho", tuitou Bolsonaro, que escreveu também: "o Brasil está ao lado do povo da Venezuela, do presidente Juan Guaidó e da liberdade dos venezuelanos."



Nos tuítes, Bolsonaro também citou o apoio dado a Maduro por partidos brasileiros que integram a oposição ao governo brasileiro. "O Brasil se solidariza com o sofrido povo venezuelano escravizado por um ditador apoiado pelo PT, PSOL e alinhados ideológicos", escreveu.

Bolsonaro disse apoiar "a liberdade desta nação irmã para que finalmente vivam uma verdadeira democracia".

O presidente brasileiro convocou uma reunião para o começo da tarde desta terça para tratar da situação da Venezuela.

Na manhã desta terça, Guaidó declarou ter apoio de militares venezuelanos e convocou o povo do país a ir às ruas para derrubar Maduro do poder.

Maduro reagiu dizendo em seu Twitter que tem a lealdade dos militares e, por sua vez, também convocou apoiadores a se mobilizarem contra as forças apoiadoras de Guaidó.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Guarda Nacional da Venezuela reprime manifestantes

Colômbia pede reunião do Grupo de Lima por crise na Venezuela

Araújo discute situação na Venezuela com cúpula de Trump