Eleições 2018

João Rodrigues diz que Fábio Sérvio mentiu em entrevista a Meio Norte

"Levantar o dedo para alguém e fazer alguma acusação, tem que ter muita materialidade, porque é leviano e desumano uma pessoa chegar e falar isso", declarou o coordenador de Comunicação do Estado.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

Em entrevista ao GP1, o Coordenador de Comunicação do Governo do Piauí, João Rodrigues, afirmou que irá tomar providências por meio judicial após as declarações do candidato Fábio Sérvio (PSL) durante sabatina no programa Agora, na TV Meio Norte, na terça-feira (25). Ele afirmou que o candidato contou uma "mentira deslavada" e que as acusações foram desumanas.

Na sabatina, o candidato ao governo foi questionado pelo jornalista Efrem Ribeiro, sobre o fato dele criticar os salários atrasados dos terceirizados no governo, enquanto os jornalistas que trabalham para ele, no jornal Diário do Povo, estariam com salários atrasados há mais de três meses. Fábio Sérvio então fez várias declarações polêmicas, afirmando que o governo paga R$ 1,7 milhão por mês ao Grupo Meio Norte e que João Rodrigues teria mandado uma pessoa ao seu gabinete para tratar sobre pagamento de propina.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Coordenador de Comunicação João RodriguesCoordenador de Comunicação João Rodrigues

“Sobre o que ele disse sobre mim, o que ele falou vai ter que provar e materializar como uma prova na Justiça e eu já estou fazendo os encaminhamentos. Levantar o dedo para alguém e fazer alguma acusação, tem que ter muita materialidade, porque é leviano e desumano uma pessoa chegar e falar isso. Quem tem boca, acusa como quer. Essa parte estou tomando as providências legais, eu tenho certeza que a Justiça dos homens e também a de Deus irá prevalecer”, afirmou o coordenador.

João Rodrigues ainda negou que o governo pague R$ 1,7 milhão por mês ao Grupo Meio Norte. Ele explicou que no total, de janeiro a junho deste ano foram pagos o valor de R$ 1.509.805,20 milhão. Nenhum pagamento foi feito de junho até a data atual por conta do período eleitoral. O coordenador explicou que os pagamentos são para divulgações de informações do governo que são relevantes a sociedade.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fábio Sérvio durante discurso Fábio Sérvio

“A outra acusação que ele fez, não é difícil de comprovar. Temos um sistema de pagamentos que é muito transparente. O Portal da Transparência do Governo do Estado é um dos mais elogiados do Brasil. Qualquer acusação que um cidadão venha fazer sobre um gestor, ele pode olhar no portal e verificar. Agora fazer uma acusação do jeito que ele fez, a um parceiro do governo, que presta uma relevante prestação de serviços de informação para a sociedade, que tem um grupo com jornal, portal e rádios que trabalham em função de um serviço prestado para a sociedade, até porque são concessões públicas. O governo faz parceria com vários meios de comunicação. Não fazemos mais porque temos limitações orçamentárias. Para se ter uma ideia, o nosso orçamento anual é de R$ 38 a R$ 40 milhões. Pelo que ele falou a gente teria boa parte do orçamento para pagar apenas a Meio Norte, e não tem isso. Nós seguimos uma tabela das televisões e também das agências de publicidade. Em relação a essa acusação é uma mentira deslavada e esse daí é o primeiro desmonte de mentiras que ele soltou na televisão”, afirmou.

João Rodrigues afirmou que está indignado com as acusações, destacou que as suas prestações de contas estão sendo aprovadas e criticou a atitude de Fábio Sérvio em decorrência do período eleitoral.

“Tem uma lei no universo de que tudo o que você faz de mal, você recebe. Então eu lamento. Esse é um momento político e as pessoas se transformam e agem de forma perversa. Depois acaba a eleição e como fica após as ofensas? Será que quem escutou vai simplesmente apagar o que aconteceu? É preciso ter muito cuidado quando a gente está defendendo as nossas posições, porque atinge as pessoas de forma mentirosa, isso é ruim para a sociedade. Vivemos um tempo de Fake News. Será que uma pessoa dessa, ela dorme? Eu duvido que ele tenha dormido, porque uma pessoa que comete uma injustiça dessa, com a honra da pessoa, fica com um pedaço de culpa na cabeça. Onde que vou terceirizar alguém pedindo algum tipo de vantagem? Eu nunca fiz isso”, desabafou o coordenador.

GP1 teve acesso a documento

Documento obtido pelo GP1, aponta que o Sistema Meio Norte de Comunicação recebeu do Governo do Estado do Piauí, no decorrer do ano de 2018, o valor de R$ 1.509.805,20 (um milhão, quinhentos e nove mil, oitocentos e cinco reais e vinte centavos). Os valores foram distribuídos em 62 pagamentos efetuados entre os meses de fevereiro a maio deste ano. Nenhum pagamento foi feito de junho até a data atual por conta do período eleitoral.

NOTÍCIA RELACIONADA

Documento aponta que Meio Norte recebeu R$ 1,5 milhão do Governo em 2018

Mais conteúdo sobre: