Teresina - PI

Juíza declara extinta a pena ao empresário Flábio Silva de Sousa

O empresário estava em prisão domiciliar desde outubro de 2011.

Débora Dayllin
Teresina
- atualizado

A juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da 2ª Vara Criminal, declarou extinta a pena do réu Flábio Silva de Sousa, acusado de assassinar o caminhoneiro Helvécio Maia dos Prazeres, em maio de 2010, no cruzamento das Avenidas Presidente Kennedy e Dom Severino. A decisão foi proferida na tarde desta sexta-feira (12), no Tribunal do Júri.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Juíza Maria Zilnar Coutinho LealJuíza Maria Zilnar Coutinho Leal

O empresário foi condenado a 4 anos e 8 meses, estava em prisão domiciliar desde outubro de 2011, quando confundiu o caminhoneiro com o assassino de seu filho e efetuou seis tiros, culminando na morte de Helvécio.

O conselho de sentença foi formado por quatro homens e três mulheres, e foram arroladas cinco testemunhas de defesa e cinco testemunhas de acusação, mas apenas uma compareceu ao Tribunal do Júri. A decisão da juíza se deu por conta de Flávio estar preso desde 2011.

Flávio Silva de Sousa recebeu o alvará de soltura e já saiu em liberdade do fórum Joaquim de Sousa Neto, acompanhado de seus familiares.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB