Teresina - PI

Luiz Júnior admite deixar MDB para seguir com Firmino Filho em 2020

"Não vejo [motivo para mudança]. Pelo contrário. Temos que andar juntos, o povo aprovou essa gestão e entregar no final uma cidade bem melhor”, disparou o vice-prefeito Luis Júnior.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O vice-prefeito de Teresina, Luiz Júnior, admitiu em entrevista ao GP1 na manhã desta segunda-feira (5) que deve deixar o MDB para seguir alinhado com o prefeito Firmino Filho (PSDB) em 2020. A possibilidade de mudança se dá devido à estratégia da sigla em lançar Dr. Pessoa como candidato ao Palácio da Cidade. A entrevista foi concedida durante a solenidade de lançamento da campanha do aniversário de Teresina.

O ex-reitor da Universidade Federal do Piauí disse que respeita a estratégia do MDB, mas que foi eleito para ser vice-prefeito e está tendo “coerência”, portanto seguirá alinhado com o prefeito.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Luiz JúniorLuiz Júnior

“Respeito a estratégia, são pessoas experientes, políticos tradicionais, conhecem bem a política do Piauí e de Teresina, agora também espero que todo mundo me respeite quando eu tomar essa decisão e essa decisão vai ser mantida”, decretou o vice-prefeito.

Luiz Júnior disse ainda que está mais inclinado para seguir com Firmino, já que segundo ele “o povo aprovou a gestão”. Questionado, o vice-prefeito não confirmou se deve se filiar ao PSDB ou a outro partido da base.

“Sim [segue com Firmino], porque sempre fui e sou bem recebido aqui. Me sinto bem em participar da gestão, portanto vou manter minha coerência e na época certa vou tomar minha decisão. Não vejo [motivo para mudança]. Pelo contrário. Temos que andar juntos, o povo aprovou essa gestão e entregar no final uma cidade bem melhor”, finalizou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Themístocles diz que Dr. Pessoa será candidato a prefeito pelo MDB