Parnaíba - PI

Mãe é suspeita de agredir o próprio bebê de 1 ano em Parnaíba

Segundo a assessoria de imprensa do Heda, a criança deu entrada com alguns hematomas e deficiências respiratórias, o que acarretou na intubação.

Willyam Ricardo
Teresina
- atualizado

Uma mulher, que não teve a identidade revelada, é acusada de maltratar a própria bebê, de apenas 1 ano e 7 meses na cidade de Parnaíba, litoral do Piauí. A criança, identificada pelas iniciais M.C.L.S deu entrada no dia 21 de outubro no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) e segue em estado grave.

Segundo informações repassadas pela assessoria do HEDA, a criança deu entrada com alguns hematomas e deficiências respiratórias, o que acarretou na intubação. De acordo com o último boletim médico divulgado pela instituição, o bebê apresenta distúrbio hidroeletrolítico, que acarreta em vômitos e insuficiência renal. A criança está em estado grave, mas não corre risco.

Testemunhas relataram que a mãe agredia a criança com tapas na boca e xingamentos quando ela tinha crises de choro. O caso foi levado ao Conselho Tutelar de Parnaíba.

A Polícia Civil vai investigar o caso e por enquanto a mãe está proibida de chegar perto da criança.