Eleições 2020

Mais de 40 pessoas já foram presas por crimes eleitorais no Piauí

Em todo o país 441 pessoas foram presas e 10 candidatos foram mortos, outros 33 sofreram tentativas de homicídio.

Nathalia Carvalho
Teresina
- atualizado

O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou o balanço parcial das ocorrências registradas até o final da votação pelo turno da manhã no estado do Píauí, neste domingo (14).

Conforme o boletim, até o final desta manhã quatro pessoas foram presas pela prática conhecida como boca de urna, outras 20 por compra de votos, 08 por desobediência e 26 por concentração de eleitores. Uma urna apresentou defeito no estado.

Ao todo 42 pessoas foram presas ou conduzidas, quatro Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) foram lavrados e 13 inquéritos policiais foram instaurados. Foram registradas uma ameaça contra candidato e um episódio de lesão corporal.

Brasil

Em todo o país 441 pessoas foram presas, 118 envolvidas em boca de urna, outras 230 por compra de votos, 197 por desobediência e ainda 187 por produção de Fake News.

Foram instaurados 318 inquéritos policiais e lavrados 199 Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Em todo o país, 91 candidatos sofreram crimes de ameaça, 10 candidatos foram mortos nos estados do Rio de Janeiro (04), Pará (02), Minas Gerais (01), Rio Grande do Sul (01), São Paulo (01) e Santa Catarina (01). Outros 33 candidatos sofreram tentativa de homicídio e outros 9 lesão corporal.