Barras - PI

Médicos do Hospital de Barras estão há 3 meses sem salários

De acordo com o médico cardiologista, Antônio Marreiros, mesmo com a situação que persiste no hospital, a direção da unidade de saúde não apresentou uma posição para solucionar a falta de pagamentos.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Os médicos do Hospital Regional Leônidas Melo, em Barras, denunciaram que estão há três meses sem receber salários e, por conta disso, iniciaram um greve que já dura duas semanas. Além dos médicos, os trabalhadores terceirizados também estão enfrentando o mesmo problema.

De acordo com o médico cardiologista, Antônio Marreiros, mesmo com a situação que persiste no hospital, a direção da unidade de saúde não apresentou uma posição para solucionar a falta de pagamentos.

“Nós estamos em greve, atendendo somente urgência e emergência, pois ninguém deu nenhuma satisfação para a gente, não diz quem vai pagar e quando vai pagar. Nós somos 11 médicos e tem ainda os funcionários, que prestam serviços”, ressaltou. Ainda segundo Antônio Marreiros, o atendimento ambulatorial não está funcionando no hospital. Estes casos, os pacientes são encaminhados ao Programa Saúde da Família (PSF).

“O atendimento de ambulatório a gente está mandando para o PFS, que tá funcionando normalmente, pois o PSF o prefeito está pagando em dia e o que chega aqui a gente só está atendendo urgência e emergência”, completou.

Outro lado

O prefeito de Barras, Carlos Monte, não foi localizado pelo GP1.

Mais conteúdo sobre: