Parnaíba - PI

Ministério Público fiscaliza abertura de leitos no HEDA

A portaria do procedimento administrativo foi publicada no Diário Oficial do MP de 27 de abril.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O Grupo Regional de Promotorias Integradas no Acompanhamento do Covid-19, do Ministério Público do Estado do Piauí, instaurou procedimento administrativo com o objetivo de acompanhar a abertura de leitos hospitalares para atender a demanda decorrente do novo coronavírus, no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), Parnaíba.

A portaria do procedimento administrativo foi publicada no Diário Oficial do MP de 27 de abril. Segundo o grupo, com o aumento esperado no número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, o Piauí pode enfrentar a escassez de leitos de terapia intensiva e ventiladores artificiais, essenciais no tratamento de pacientes em estado crítico.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Ministério Público do PiauíMinistério Público do Piauí

O MP explicou que atualmente o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde possui 11 leitos de UTI, sendo 1 de isolamento e 8 leitos de semi-intensiva, na Sala Vermelha, existindo no total 140 leitos hospitalares.

O grupo pede então que a direção do hospital confirme a quantidade de leitos existentes para atender a demanda do coronavírus, assim como o planejamento para implantação de novos leitos, para o tratamento da doença, em caso de aumento de incidência dos casos.

“O Estado do Piauí deverá se adaptar às necessidades de ampliação do serviço hospitalar aos hospitais regionais dos territórios como retaguarda para dar cobertura em todo o Estado”, destacou o órgão ministerial.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Teresina já registra 72 bairros afetados pelo novo coronavírus

Cidade de Picos tem 11 casos confirmados de coronavírus

Idoso isola calçada com medo do coronavírus em São Raimundo Nonato