Teresina - PI

Morte de travesti será investigada pelo Núcleo de Feminicídio, diz Barêtta

De acordo com o delegado Francisco Costa, o Barêtta, a vítima era proprietária de um salão de beleza, localizado no mesmo bairro onde ocorreu o crime, que está sendo tratado como um feminicídio.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP – ficará responsável pelas investigações do assassinato da travesti Paola Araújo, que foi executada a tiros na noite desse domingo (06), na BR 316, próximo à entrada do bairro Porto Alegre, zona sul de Teresina.

De acordo com o diretor do DHPP, delegado Francisco Costa, o Barêtta, a vítima era proprietária de um salão de beleza, localizado no mesmo bairro onde ocorreu o crime, que está sendo tratado como um feminicídio.

  • Foto: DivulgaçãoPaola AraújoPaola Araújo

“A vítima tinha um salão de beleza no Porto Alegre, Paola Cabelos, e fazia ponto de prostituição no contorno da entrada do mesmo bairro. Eu já dei o despacho agora pela manhã para que a delegada Luana Alves faça todos os procedimentos da investigação de seguimento, pois morte de mulher ou travesti, independente da natureza do fato em si, é investigado pelo Núcleo de Feminicídio, logicamente, com todo o apoio do DHPP”, pontuou.

Vestígios

Os investigadores já fizeram o levantamento no local do crime e encontraram dois estojos de uma pistola .380, que pode ter sido utilizada no assassinato. De acordo com informações repassadas por testemunhas, foram efetuados cinco disparos contra a vítima e três deles atingiram a região do tórax e no pescoço.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Delegado BarêttaDelegado Barêtta

“Foram arrecadados dois estojos calibre .380 que sequer a gente pode afirmar que tinha relação com o crime, pois a polícia tem que saber diferenciar um vestígio verdadeiro de um vestígio ilusório. Segundo levantamento preliminar, dois indivíduos em uma moto se aproximaram, sacaram uma arma de fogo, desferiram cinco disparos contra a vítima, que teve morte no local”, finalizou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Travesti é assassinada com três tiros na BR 316 em Teresina

Mais conteúdo sobre: