Política

“Não há ambiente de disputa”, diz Franzé Silva sobre Diretório do PT

Ele explicou que será escolhido o nome que melhor estiver sintonizado com as diretrizes petistas, sobretudo em um ano onde as eleições foram adiadas e serão realizadas em meio a pandemia da covid-19.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

Após a sessão solene em homenagem ao saudoso deputado federal Assis Carvalho, o PT vai se reunir para definir o novo presidente do Diretório do partido no Estado. O GP1 conversou, neste domingo (12), com o nome mais cotado para substituir Assis no comando da sigla, o deputado estadual Franzé Silva.

Ele adiantou que “não há ambiente de disputa” no partido e explicou que será escolhido o nome que melhor estiver sintonizado com as diretrizes petistas, sobretudo em um ano onde as eleições foram adiadas e serão realizadas em meio a pandemia da covid-19. Dentro desse contexto, a tendência é que um deputado seja a escolha.

  • Foto: Alef Leão/GP1Franzé SilvaFranzé Silva

“Após a sessão solene em homenagem ao Assis que acontecerá na próxima terça-feira na Alepi, marcaremos uma reunião da Executiva Estadual para iniciar o diálogo em torno de quem irá substituir Assis na presidência”, disse Franzé.

“Não há ambiente de disputa, será escolhido aquele que tiver maior entrosamento e confiança dos membros da Executiva. Tudo indica que será um dos deputados estaduais. Nosso foco é manter a unidade em torno do planejamento que já estava feito para a eleição de 2020”, completou o parlamentar.

Morte

Assis Carvalho morreu no fim da tarde do último domingo (05), após sofrer um infarto na cidade de Oeiras, Sul do Piauí. A morte aconteceu após o parlamentar sofrer a terceira parada cardíaca no Hospital Regional Deolindo Couto. Ele chegou a ser reanimado uma vez, mas depois a equipe médica não conseguiu mais reanimar o deputado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Alepi vai realizar sessão em homenagem ao deputado Assis Carvalho

Familiares e amigos dão o último adeus ao deputado Assis Carvalho

Franzé Silva é cotado para liderar o PT nas eleições deste ano

Mais conteúdo sobre: