Coronavírus no Piauí

"O calendário eleitoral está comprometido", afirma Ciro Nogueira

“É um pensamento pequeno, até porque o Progressistas tem hoje 90 prefeitos, mas nós vamos ter mais de 150 candidatos", rebateu o senador.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O senador Ciro Nogueira reagiu as críticas de alguns políticos a proposta de adiamento das eleições, bem como a suspensão do prazo de desincompatibilizações, defendidas pelo Progressistas devido a pandemia de coronavírus. Para Ciro, quem se posiciona contra demonstra ter um “pensamento pequeno” diante do agravamento da crise provocada pela proliferação da doença em todo o País.

Para os contrários à proposta de transferir o pleito deste ano para 2022 e realizar um processo unificado, Ciro estaria tentando tirar proveito da situação já que o Progressistas é o partido com o maior número de prefeitos no Piauí. Portanto, o adiamento prolongaria os mandatos de gestores municipais e vereadores, por mais dois anos.

“É um pensamento pequeno, até porque o Progressistas tem hoje 90 prefeitos, mas nós vamos ter mais de 150 candidatos. A tendência é que a gente aumente nossa bancada. Tem lugar que temos prefeito, tem lugar que temos oposição”, rebateu Ciro em entrevista ao GP1 nesta quinta-feira (02).

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Ciro NogueiraCiro Nogueira

O senador voltou a reforçar o argumento de que o processo eleitoral deste ano está inviabilizado por conta da pandemia de coronavírus. Para Ciro Nogueira, a doença precisa ser o único foco do País nesse momento de crise.

“O calendário eleitoral está comprometido. Por isso, entramos com a liminar para adiar o prazo de filiações e o mais importante, adiar o prazo das desincompatibilizações. Policiais, delegados, médicos e outros que estão hoje cumprindo sua missão, terão que sair de suas funções. É mais importante que eles estejam ajudando nessas funções do que sair para disputar eleições”, frisou o senador.

“Nosso objetivo é focar no combate a pandemia e deixarmos o processo eleitoral para depois. Teresina deve ter uns 800 candidatos a vereadores no mínimo. Essas pessoas com certeza estão em campanha. Isso vai agravar a situação do combate a essa pandemia”, completou Ciro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Após alerta de Mandetta, Ciro volta atrás e sugere adiamento das eleições

Progressistas de Ciro Nogueira tenta suspender prazo de filiações