Coronavírus no Piauí

Piauí registra 1.452 mortes e 58.390 casos confirmados de covid-19

Conforme o boletim, das 58.390 pessoas que contraíram o vírus no Piauí desde o início da pandemia, 56.215 já estão curadas.

Thais Guimarães
Teresina
- atualizado

Boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) na noite desta quinta-feira (06), informou que a quantidade de mortes por covid-19 (coronavírus) no Piauí subiu de 1.436 para 1.452. A quantidade de casos confirmados também aumentou, passando de 57.100 para 58.390. Foram 1.290 novos casos registrados e 16 óbitos nas últimas 24 horas, segundo a Sesapi.

De acordo com o boletim, das 58.390 pessoas que contraíram o vírus no Piauí desde o início da pandemia, 56.215 já estão curadas e 167.668 casos foram descartados, após a realização de testes rápidos e exames no Laboratório Central do Piauí (Lacen).

Dez mulheres e seis homens não resistiram às complicações do novo coronavírus. Elas eram naturais das cidades de Cocal (40 anos), Jurema (69 anos), Parnaíba (89 anos), Piripiri (37 anos), Redenção do Gurguéia (75 anos) e Teresina (51, 66, 74, 78 e 82 anos). Já eles eram de Barras ( 53 e 70 anos), Parnaíba (42 anos), Picos (75 anos) e Teresina (73 e 97 anos).

Dos 1.290 casos confirmados da doença, 739 são mulheres e 551 homens, com idades que variam de três meses a 96 anos.

Cidades atingidas

Dos 224 municípios do estado, apenas três não têm casos de contaminação pelo coronavírus (Arraial, Canavieira e Jardim do Mulato). A Covid-19 está presente em 98,7% do território piauiense.

Situação diária de internações

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à covid-19, há 723 ocupados, sendo 420 leitos clínicos, 282 UTIs e 21 leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 2.474 até o dia 06 de agosto.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Brasil tem 415 padres diocesanos infectados e 21 mortos por covid-19

Estudo brasileiro aponta possível 'reinfecção' por covid-19

Mais conteúdo sobre: