Bom Jesus - PI

Procurador fiscaliza obra de alargamento da BR 135 no Piauí

Conhecida como “Rodovia da Morte” devidos aos inúmeros acidente com vítimas fatais, a BR 135 está passando por uma obra de alargamento.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O procurador Marco Aurélio Adão, do Ministério Público Federal, instaurou um procedimento administrativo para fiscalizar obra realizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/PI) na BR 135, no sul do Estado do Piauí.

Na portaria de nº 12, de 14 de agosto, o procurador explicou que existe a necessidade de acompanhar a desocupação da faixa de domínio público da União nas margens da BR 135 no município de Bom Jesus no sentido de Cristino Castro, próximo ao Km 343, no sul do Piauí.

  • Foto: Divulgação/PRFCurva da morte na BR 135Curva da morte na BR 135

O procurador ainda determinou que seja expedido um ofício para a Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, requisitando informações sobre as providências já adotadas para a desocupação da faixa de domínio público na rodovia.

Conhecida como “Rodovia da Morte” devidos aos inúmeros acidente com vítimas fatais, a BR 135 está passando por uma obra de alargamento no trecho que liga Eliseu Martins e Cristino Castro, saindo de seis metros de pista de rolamento asfáltica para 14 metros. Sendo uma pista de sete metros, acostamento de 2,5 metros para cada lado e 1,5 para cada lado de drenagem.

Estão sendo aplicados R$ 84 milhões de reais, nos quais R$ 40 milhões são frutos de emenda da bancada de deputados piauienses e R$ 44 milhões do orçamento da União.