Ponta Porã - MS

Professor piauiense acusado de assalto a bancos é morto em Ponta Porã

A investigação da Polícia Civil confirmou a identificação do professor piauiense por meio de impressões digitais. O corpo foi enrolado em uma lona e jogado nos fundos do aeroporto da cidade.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Um professor acusado de assaltar bancos no Piauí, identificado como Eudismar Abreu Santos, 35 anos, foi assassinado com 20 tiros na cidade de Ponta Porã em Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira (25).

A investigação da Polícia Civil de Ponta Porã confirmou a identificação do professor piauiense por meio de impressões digitais. Eudismar foi executado com cerca de 20 tiros de pistola 9 milímetros. O corpo foi enrolado em uma lona e jogado nos fundos do aeroporto da cidade.

Ainda conforme a Polícia Civil, a suspeita é que Eudismar fazia parte de facções criminosas na fronteira do Brasil com o Paraguai. O Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Comando Vermelho são facções acusadas de realizarem uma disputa pelo tráfico de drogas na localidade.

  • Foto: Divulgação/PMEudismar Abreu SantosEudismar Abreu Santos

Prisão em 2016 no Piauí

A Polícia Civil do Piauí prendeu Eudismar no dia 2 de fevereiro na cidade de Esperantina durante uma ação policial, acusado de integrar uma quadrilha que praticava assaltos a agências bancárias no interior do estado.

A polícia aprendeu com o grupo, uma espingarda, um revólver, duas pistolas, dinheiro, munições, detonadores, um carro e uma moto que são roubados e uma grande quantidade de explosivos.

Eudismar Abreu Santos é professor de inglês, na cidade de Parnaíba, e lecionava a disciplina em cursinhos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Professor é preso acusado de assaltar bancos no interior do Piauí

Arrombadores de bancos são presos com explosivos em Esperantina

Mais conteúdo sobre: