Picos - PI

Reforma da Praça Félix Pacheco em Picos está há dois meses paralisada

Ao custo de R$ 350 mil, serviço deveria ter sido concluído desde o último dia 20 de fevereiro.

José Maria Barros
Picos
- atualizado

Reforma da Praça Félix Pacheco em Picos está paralisada

Prevista para ser concluída no último dia 20 de fevereiro, a obra de reforma e modernização da Praça Félix Pacheco, em Picos, completa neste domingo, 24 de maio, dois meses de paralisada. Por conta disso, o local se encontra em completo abandono, com restos de materiais se deteriorando, entulho se acumulando e o mato crescendo.

Segundo historiadores, a Praça Félix Pacheco, localizada no centro da cidade, foi inaugurada em 10 de janeiro de 1942 durante a gestão do então prefeito de Picos, Adalberto de Moura Santos. Ao longo dos anos, passou por algumas reformas e desde o dia 24 de março se encontra totalmente abandonada.

Mesmo em período de quarentena, o entorno da Praça Félix Pacheco é um local de grande movimentação de pessoas. Isso em razão de que é lá que estão localizadas algumas agências bancárias e a parada final dos ônibus coletivos.

Reforma da praça

Tentando emplacar o nome da sua preferida Maria Santana como pré-candidata ao Palácio Coelho Rodrigues pela base aliada, o prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT) anunciou ainda no ano passado a revitalização de todas as praças da cidade. Na época, Maria Santana era a secretária municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, pasta responsável por esses logradouros.

A Praça Félix Pacheco, principal da cidade, estava dentro do projeto e todo o seu espaço foi fechado no dia 30 de setembro de 2019, inclusive, com a retirada dos ambulantes e das bancas de revistas e chaveiros.

A previsão inicial era de que a reforma da Praça Félix Pacheco seria inaugurada no dia 11 de dezembro do ano passado, como parte das atividades alusivas ao 129º aniversário de emancipação política e administrativa do município. Porém, o serviço somente foi iniciado em 5 de dezembro de 2019, com nova previsão de conclusão para 20 de fevereiro de 2020.

Segundo a placa afixada no canteiro de obras, a reforma e modernização da Praça Félix Pacheco custará ao contribuinte à importância de R$ 350 mil. São recursos próprios e do Fundo Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Suspensão da obra

O decreto 42/2020 assinado pelo prefeito de Picos, padre José Walmir de Lima (PT) no 24 de março, suspendeu por tempo indeterminado a obra de reforma da Praça Félix Pacheco, localizada no centro da cidade. O ato não agradou aos comerciantes, prejudicados pela demora na conclusão do serviço.

A obra, paralisada há dois meses, está sob a responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, cuja titular é a arquiteta Sara Maria de Sousa Carvalho. O projeto é assinado pelo arquiteto Plínio Campos e o engenheiro responsável é Wanderley de Carvalho Figueiredo.

Mais conteúdo sobre: