Mundo

Trump agradece ajuda da França e Reino Unido em ataque à Síria

A ação conjunta foi realizada após a denúncia de um suposto ataque químico na Síria, que teria sido comandado por Bashar Al-Assad.

NAYRANA MEIRELES
DE TERESINA

- atualizado

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, agradeceu neste sábado (14), em uma mensagem no Twitter a “sabedoria” e o poder militar da França e do Reino Unido, que colaboraram com o ataque contra Síria, na noite desta sexta-feira (13).

A ação conjunta foi realizada após a denúncia de um suposto ataque químico na Síria, que teria sido comandado por Bashar Al-Assad. "Um ataque perfeitamente executado na noite passada. Obrigado à França e ao Reino Unido por sua sabedoria e pelo poder de seus excelentes exércitos. Não poderia haver resultado melhor. Missão cumprida!", diz a mensagem.

  • Foto: AP Photo/Susan WalshDonald TrumpDonald Trump

O presidente concluiu: "Estou muito orgulhoso do nosso exército que será, depois de investidos bilhões de dólares aprovados, o melhor que o nosso país já teve. Não haverá nada, ou ninguém, sequer próximo!", completou Trump.

Os primeiros ataques foram realizados por volta das 22h (horário de Brasília). Pelo menos 13 mísseis foram atingidos pelos sistemas de defesa sírio em Damasco e três alvos foram atingidos pelos mísseis. Foram eles o centro de pesquisa e produção de armas químicas e biológicas em Damasco, um armazém de armas químicas em Homs e uma base também na cidade.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Vladimir Putin se pronuncia sobre ataque dos EUA a Síria

Estados Unidos ataca Síria em resposta a ataque químico

Donald Trump diz que ‘novos mísseis estão chegando à Síria

MAIS NA WEB