Coronavírus no Piauí

Wellington Dias prorroga decretos e quarentena vai até 30 de abril

As medidas proíbem as aulas na rede estadual e a realização de atividades comerciais em todo o Piauí. O anúncio foi feito por meio das suas redes sociais em uma live no Instagram.

Andressa Martins
Teresina
Jeyson Moraes
Teresina
- atualizado

O governador Wellington Dias (PT) anunciou na tarde desta segunda-feira (30) que prorrogou os decretos nº 18.901, de 19 de março e nº 18.902, de 23 de março, e estendeu a quarentena em todo o estado até o dia 30 de abril deste ano. As medidas proíbem as aulas na rede estadual e privada e a realização de atividades comerciais em todo o Piauí. O anúncio foi feito pelo chefe do executivo estadual por meio de uma live em seu Instagram.

Após uma reunião com o Comitê de Organização de Emergência (COE), Wellington decidiu renovar os dois decretos, tanto o de emergência, quanto o de calamidade pública. A medida tem como objetivo frear a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) no estado.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Wellington DiasWellington Dias

Quarentena mais rígida para quem entrar no estado

Wellington Dias afirmou que tomou novas medidas com relação a entrada de pessoas no Piauí. Conforme o governador, qualquer pessoa que entrar no estado, seja por via terrestre, aquática ou aérea deve ficar de quarentena por pelo menos sete dias. O governador disse ainda que haverá fiscalização a nível municipal, estadual e até federal.

“Temos novas medidas em relação a entradas do Piauí. Quem entrar através de pontes, estradas estaduais, estradas vicinais, a partir das medidas anteriores e agora ampliadas. Não são só ônibus e vans e vão para quarentena. Pessoas que venham de carros, cavalos, jumentos, vão ter que entrar na quarentena. Temos que garantir que a pessoa ao entrar fique no isolamento social por sete dias. Se está de passagem tem toda a proteção como máscaras”, afirmou.

Comércio fechado

O chefe do executivo estadual afirmou que lojas, shoppings e restaurantes permanecerão fechados em todo o Piauí. "O comércio permanece fechado, salvo os serviços essenciais, até o dia 30 de abril, podendo ser prorrogado", declarou.

Aulas permanecem suspensas

O governador destacou que as aulas seguem suspensas por tempo indeterminado e que é permitido ministrar aulas pela internet.

“As aulas estão suspensas por tempo indeterminado. O decreto prevê um corte para 30 de abril, mas somente quando encerrar essa fase de risco. É possível a aula não presencial. É possível que a rede, seja ela do município, estado ou privado, que possa trabalhar no ensino à distância”, afirmou.

Serviços essenciais mantidos

“Todos os serviços que são essenciais para este momento também estão mantidos. Serviços de saúde, segurança, farmácias, postos de combustíveis, bancos. Nessas áreas o decreto determina as medidas protetivas. As pessoas que trabalham vão ter que usar máscaras, vão ter que ter cuidado com higiene. Será fiscalizado pelo estado, município e pela área federal. Continua a área de produção agrícola, animal e indústria para não gerar desabastecimento”, seguiu o governador.

“A indústria da construção civil, os setores que abastecem a construção civil, o pessoal de material de construção. Temos ainda a necessidade de ter o funcionamento das transportadores, por isso a importância para os caminhoneiros. Compramos vários produtos do Brasil e do mundo, seja via aérea, transporte terrestre, pelo mar”, continuou.

IPVA prorrogado

O governador destacou ainda que o prazo para pagamento do IPVA será prorrogado. "O IPVA foi prorrogado por 90 dias com desconto de 5%".

Entrega de EPI

Wellington destacou que o Piauí não esperou os equipamentos de proteção individual vindos do Governo Federal e criticou a demora para a distribuição dos equipamentos.

“O Piauí tomou a iniciativa de não esperar o Governo Federal. O Governo Federal está entregando a conta-gotas. Isso não se trata de política. Todos os governadores estão cobrando e apelando para dar apoio ao ministro Mandetta para que possa cumprir o que foi acordado 30 dias atrás em uma reunião”, declarou Wellington.

Verdão

Wellington enalteceu o trabalho feito pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) e falou que ambos estão viabilizando que o Ginásio Verdão vire um hospital de campanha. Os 40 abrigados que permanecem no ginásio deverão ser realocados para outros abrigos.

“Estamos trabalhando para que o Verdão em 10 dias virar uma base importante para essa área principalmente de sala de estabilização. Estamos trabalhando para o Piauí não entrar em colapso”, disse.

Ficar em casa

Wellington pediu que os prefeitos dos municípios do Piauí ajudem na fiscalização de aglomerações nas cidades. O governador encerrou a live fazendo um apelo para os piauienses. “Faça sua parte. Fique em casa. Vamos vencer o coronavírus”, concluiu.

Veja o decreto na íntegra

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Firmino Filho decreta estado de emergência devido ao coronavírus

Wellington Dias decreta estado de emergência no Piauí devido ao coronavírus

Firmino Filho assina novo decreto de calamidade e mantém isolamento

Wellington Dias assina decreto de calamidade pública devido ao coronavírus