Teresina - PI

Firmino Filho assina novo decreto de calamidade e mantém isolamento

A decisão veio após as duas primeiras mortes pelo novo coronavírus (Covid-19) na cidade.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

O prefeito Firmino Filho (PSDB) usou seu perfil no Twitter para informar que assinou um decreto na manhã desta segunda-feira (30) mantendo o isolamento na capital durante o estado de calamidade em Teresina. A decisão veio após as duas primeiras mortes pelo novo coronavírus (Covid-19) na cidade.

“Bom dia. Hoje pela manhã assinei decreto mantendo isolamento durante estado de calamidade em Teresina. Depois das duas mortes constatadas ontem, nossa equipe de especialistas avaliou como determinante a manutenção da quarentena nos próximos dias”, escreveu.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Firmino FilhoFirmino Filho

O prefeito destacou que com o avanço de casos suspeitos, é necessário o reforço de medidas restritivas e isolamento social. Firmino voltou a defender que o comércio permaneça fechado.

“Com o avanço dos casos suspeitos que já chegam para atendimento nos hospitais, é essencial o reforço das medidas restritivas para garantir o isolamento social. Por isso a necessidade das atividades econômicas e comerciais não essenciais continuarem fechadas”, defendeu.

Firmino disse que está trabalhando “para que não haja interrupção de atividades essenciais” e reforçou a necessidade de as pessoas permanecerem em casa. O prefeito disse que as próximas duas semanas são cruciais e criticou o fato de algumas pessoas terem saído para supermercados e para fazer caminhadas.

“Esse final de semana, muita gente saiu, fez caminhadas coletivas, além de superlotarem supermercados e mercados nos bairros. Isso é extremamente perigoso nesse momento. Isolamento não é ficar na porta de casa, nem sair para caminhar, mesmo em lugares que você considera seguro”, continuou.

Isolamento é ficar em casa

“Isolamento é ficar em casa! Esses dias vão passar. Mas precisamos sobreviver. Se continuarmos levando o isolamento com essa flexibilidade, teremos com lidar com muitas outras mortes na nossa cidade. Infelizmente”, finalizou o prefeito.

Decreto

De acordo com o novo decreto fica mantida a suspensão de atividades de bares, restaurantes, clínicas de estéticas, clínica de serviços odontológicos, atividades em shopping centers, demais estabelecimento comerciais, industriais, atividades da construção civil e que não sejam essenciais.

Ainda conforme o documento não se aplica suspensão de atividades relacionadas a comércio, serviços e indústrias na área da saúde, mercados, hipermercados, distribuidoras de energia elétrica, água, serviço de limpeza urbana e coleta de lixo. Não estão suspensas as atividades de distribuidoras de bebidas, mas está vedada a distribuição de bebias alcoólicas.

Também permanecem abertas farmácias e drogarias, padarias, indústrias de fabricação de produtos de limpeza, serviços de segurança e vigilância, serviços bancários e lotéricas, borracharias, loja de venda de peças para veículos. Os templos religiosos poderão ficar de portas abertas, mas será vedada a celebração de cultos, missas e rituais.

Veja o decreto na íntegra

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Firmino Filho confirma duas mortes por Covid-19 em Teresina

Covid-19: Firmino avalia realizar teste por amostragem em Teresina

Sobe para 16 número de casos confirmados de coronavírus no Piauí