GP1

Teresina - Piauí

Eletrobras Piauí orienta sobre choques elétricos em crianças

“Os aparelhos elétricos/eletrônicos devem ficar afastados de pias, chuveiros, banheiras, piscinas, pois, em contato com líquido, pode haver pane elétrica e choque”, disse Edilson Uchôa.

Nesta quarta-feira (18), a Eletrobras Distribuição Piauí divulgou algumas dicas sobre os acidentes domésticos que podem ocorrer com crianças, principalmente, nesse período de férias escolares, em que elas ficam com mais tempo livre para brincar.

As dicas são importantes, como medidas de prevenção, ainda mais depois de um caso que chocou os piauienses, ocorrido nessa última segunda-feira (16), onde o bebê, Heitor Lucca, de apenas 7 meses morreu eletrocutado, após sofrer um choque, por meio do fio de carregador, que estava conectado à uma tomada, sem o aparelho celular.

O engenheiro eletricista da Eletrobras Piauí, Edilson Uchôa, aconselha pais e responsáveis a como agir para manter todos os cômodos da casa seguros e evitar que crianças sofram acidentes com energia elétrica. “No geral, é preciso deixar aparelhos elétricos fora do alcance dos pequenos, e as tomadas de todos os cômodos devem estar com protetores que sejam, de preferência, da mesma cor da tomada. Esses cuidados evitam que crianças introduzam objetos nas tomadas ou tente ligar os aparelhos”, alerta Uchôa. 

  • Foto: Lucas Dias/GP1EletrobrasEletrobras

Os carregadores de celulares, por exemplo, nunca devem ficar ligados a tomadas sem que haja aparelhos conectados a eles. Para evitar que os pequenos puxem os fios dos aparelhos elétricos e eletrônicos e estes caiam sobre eles, os cabos devem estar presos e suspensos de forma que fiquem fora do alcance das crianças. “E, claro, é necessário observar com cuidado se não há fios desencapados para, caso haja contato, não ocorra choque elétrico”. 

Os adultos sabem que energia elétrica não combina com água. Então, é preciso estar sempre alerta para os cômodos, como banheiro, cozinha, áreas de serviço e lazer, em que é frequente o uso de água e outros líquidos. “Os aparelhos elétricos/eletrônicos devem ficar afastados de pias, chuveiros, banheiras, piscinas, pois, em contato com líquido, pode haver pane elétrica e choque”. O engenheiro também chama a atenção para a necessidade de explicar, desde cedo, aos filhos os riscos de lidar com energia elétrica. “Quando os pais percebem que a criança já está apta a realizar algumas ações que envolvem energia elétrica, mais do que nunca, ela deve ser alertada de sempre estar calçada e com as mãos e demais parte do corpo secas. Por exemplo, ao manusear aparelhos elétricos ou ao plugar e desplugá-los da tomada”.

Quando estiverem brincando na rua, as crianças devem manter distância da rede elétrica e nunca subir ou se manter encostada em postes de energia. Uchôa destaca que somente pessoas habilitadas e autorizadas podem intervir na rede elétrica. “Os pais devem orientar as crianças a não lançarem objetos na rede elétrica e a empinarem pipa somente em locais abertos, distantes dos fios elétricos. Uma simples brincadeira pode causa prejuízo para muitas pessoas e até a morte da criança”. 

Outras dicas

• Use tomadas no novo padrão de segurança ABNT; 

• Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, nunca tente retirá-la; 

• Nunca use fios metálicos nem papel laminado para confeccionar a pipa, eles são bons condutores de energia e podem causar choques fatais; 

• Mantenha as instalações elétricas em bom estado de conservação. Não use fios velhos ou danificados para não expor crianças ao risco de choque elétrico. Em caso de reparo, chame um profissional qualificado (eletricista ou eletrotécnico); 

• Ao ligar ou desligar um eletrodoméstico da tomada, segure pelo plugue (parte rígida isolante), nunca puxe pelo fio. 

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.