GP1

São Félix do Piauí - Piauí

Chapa de Lenice Sales vence eleição do Sindserm de Picos

Candidata da situação a professora Lenice Sales venceu a disputa com 127 votos de diferença em relação ao adversário João Antônio.

GP1 1 / 8 Lenice Sales é eleita presidente do Sindserm de Picos Lenice Sales é eleita presidente do Sindserm de Picos
GP1 2 / 8 Servidores aguardam na fila momento para votar Servidores aguardam na fila momento para votar
GP1 3 / 8 Servidora deposita voto na urna Servidora deposita voto na urna
GP1 4 / 8 Membros das duas chapas aguardam resultado da eleição Membros das duas chapas aguardam resultado da eleição
GP1 5 / 8 Lenice Sales e Edna Moura são eleitas presidente e vice-presidente do Sindserm Lenice Sales e Edna Moura são eleitas presidente e vice-presidente do Sindserm
GP1 6 / 8 Eleita, Lenice Sales é carregada nos braços Eleita, Lenice Sales é carregada nos braços
GP1 7 / 8 Edna Moura diz que consciência dos servidores decidiu a eleição. Edna Moura diz que consciência dos servidores decidiu a eleição.
GP1 8 / 8 Chapa um vence eleição com 127 votos de maioria Chapa um vence eleição com 127 votos de maioria

Com uma diferença de 127 votos a chapa encabeçada pela professora Lenice Sales de Moura venceu as eleições do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Picos (Sindserm). Os novos dirigentes terão mandato de três anos com direito a reeleição. A posse deve acontecer dentro de vinte dias.

As eleições para renovação da diretoria do Sindserm de Picos foram realizadas nesta quarta-feira, 17, e duas chapas concorreram ao comando da entidade classista. A chapa um, denominada de “Autonomia e Coragem para Lutar”, encabeçada pela professora Lenice Sales de Moura e a chapa dois, intitulada de “Transparência e credibilidade”, que tinha como candidato a presidente o professor João Antônio de Sousa.

Segundo a comissão eleitoral estavam aptos a votar 1.194 associados e, desses 646 compareceram às urnas. A chapa um encabeçada por Lenice Sales obteve 379 votos e venceu as eleições. O candidato da chapa dois, João Antônio, conseguiu 252 votos e foi derrotado por uma diferença de 127 votos. 23 eleitores votaram em separado, quatro votaram em branco e onze anularam o voto.

A votação teve início às 8 horas da manhã e terminou por volta 16h45, tendo em vista que quando os portões foram fechados às 16 horas, ainda existiam muitos eleitores na fila. O resultado oficial somente foi divulgado as 18h36, porém, cerca de 20 minutos antes os partidários da chapa um já comemoravam a vitória, enquanto os defensores da chapa dois deixavam o local cabisbaixos.

Logo após o resultado oficial das eleições, os membros da chapa um, juntamente com apoiadores do sindicato, saíram em carreata até uma churrascaria da cidade, onde comemoraram a vitória.

Sindicato independente

A atual presidente do Sindserm, Edna Moura, eleita vice-presidente, disse que a chapa um venceu a eleição por conta da consciência dos eleitores. “Nós apostamos na consciência da maioria dos trabalhadores e deu certo. Enfrentamos uma máquina forte que tentou de todas as formas tomar esse sindicato, mas ele [sindicato] pertence aos servidores e vai continuar assim” – garantiu Edna Moura.

A presidente eleita, Lenice Sales, agradeceu a todos aqueles que acreditaram e votaram na chapa um. Ela afirmou que a atual diretoria sempre trabalhou com independência em relação à gestão municipal e em seu mandato vai continuar da mesma forma.

“Nós não dependemos da gestão, nunca fomos aliados da administração! A gente conversa porque o diálogo é necessário entre as partes, mas não nos curvamos à vontade de prefeito ou secretários, independente do partido político que esteja no poder” – ressaltou.

Para Lenice Sales, essa independência em relação à gestão foi um dos fatores que contribui para a vitória da chapa um, tendo em vista que os servidores confiam na diretoria atual e, por isso apostaram na continuidade do trabalho que vem sendo feito ao longo dos últimos cinco anos.

Embora se intitulasse de oposição, a chapa dois encabeçada pelo professor João Antônio de Sousa, derrotada nas urnas, tinha o apoio da administração do prefeito Padre José Walmir de Lima (PT), especialmente da Secretaria Municipal de Educação.

Chapa eleita

Presidente – Lenice Sales de Moura

Vice-presidente – Edna Maria Rodrigues Moura Barros

Secretário geral – Manoel Gomes dos Santos

Diretor financeiro – Nathércio Nathanael dos Santos

Diretor de patrimônio – José Airton Dias

Diretor jurídico – Wellington Araújo Leal

Diretora de comunicação – Maria Salete Leitão

Diretora Parlamentar, Intersindical e de estratégia – Elizete Leal Luz

Diretora social, de recreação, desporto e lazer – Aylane Aldenora Rodrigues

Diretor de relação de trabalho e de seguridade social – Francisco Anacleto Lima Bonfim

Suplentes da diretoria executiva

Geraldo de Sousa Barros

Ataíde de Macedo Lima

Marcenildo de Moura Rocha

Luana Kely Bezerra Benevides

Ytallo Rangell Dias

Conselho fiscal

Deuzair Teresa de Carvalho Silva

Antônio Isaias Filho

Verônica Pereira da Silva

Suplentes

Cristiano Moura Barbosa

Erismar Santiago de Carvalho

Vanessa Rodrigues de Sousa

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.