GP1

Esperantina - Piauí

Esperantina sedia I Seminário de educação ambiental

O projeto propõe a utilização da educação ambiental como ferramenta de combate ao tráfico de animais silvestres e suas zoonoses e busca alertar a população para os males transmitidos por anim

O Ministério Público Estadual e a promotoria de Esperantina em parceria com a prefeitura de Esperantina e o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) realizaram o I seminário de educação ambiental.

Durante o seminário nessa quinta-feira, 15, no auditório do CEEP Leonardo das Dores, foi apresentado o Projeto Liberdade e Saúde, uma campanha educativa para crianças e adolescentes do Ensino Fundamental da rede pública municipal de Esperantina para professores e agentes de saúdes do município.

O projeto propõe a utilização da educação ambiental como ferramenta de combate ao tráfico de animais silvestres e suas zoonoses e busca alertar a população para os males transmitidos por animais. O público presente no seminário foi composto por professores, agentes de saúde, agentes de endemias e de movimentos sociais.

Participaram do evento a prefeita de Esperantina Vilma Amorim, a promotora Denise Costa Aguiar, coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente - CAOMA, o promotor de Esperantina Raimundo Martins Filho, Fabiano Barbosa, Analista Ambiental do IBAMA, o presidente da câmara Manoel Filho, os vereadores Zé Cláudio, Leondinha, Domingos Luiz, os secretários Zé Germano, Bete Aguiar, Keila Mara, Elizângela Amorim, Epaminondas e Marcílio Farias do meio ambiente e turismo.

  • Foto: Divulgação/AscomPrefeita Vilma AmorimPrefeita Vilma Amorim

O promotor Raimundo Ribeiro Martins Filho falou da importância do evento realizado pelo Ministério Público em parceria com a prefeitura e o Ibama.

"É um evento realizado entre os vários poderes para preservação da fauna e da flora, onde reúne multiplicadores para levar os conhecimentos a população e também orientar as pessoas que criam animais dentro de casa, que eles podem entregar de forma voluntária sem nenhuma penalidade", disse.

O secretário de meio ambiente e turismo Marcílio Farias falou que o tema em discussão é muito importante e é preciso cada vez mais conscientizar a população. "Este seminário está debatendo um tema da atualidade que precisamos ter diariamente a necessidade de discutir e hoje reunimos aqui a gestão municipal com várias secretarias sendo o pontapé de várias atividades que vamos desenvolver na área do meio ambiente coletivamente com a sociedade”, frisou.

Denise Costa, promotora de justiça e coordenadora do Caoma, falou que o tráfico de animais silvestres não trás nenhum benefício aos animais. "Este hábito antigo das pessoas de criar animais em casa aprisionados é preciso mudar e prejudica o meio ambiente e a saúde das pessoas, estamos muito satisfeito com a mobilização que teve, estamos com o auditório lotado e mostra que a população de Esperantina abraçou esta causa e nos trás grande alegria", concluiu.

Para prefeita Vilma Amorim o seminário de educação ambiental é muito importante para esclarecer os profissionais aqui presentes para serem multiplicadores. "É uma ação importante desenvolvida pelo Ministério Público do Piauí, através da promotoria de Esperantina, que chama a nossa atenção, pois estamos em uma área de transição da Amazônia legal e os participantes deste seminário tem que ser multiplicadores das informações que é de responsabilidade de todos, nossa região que é rica em água em natureza e precisamos preservar", falou a prefeita.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.