GP1

Teresina - Piauí

Rodrigo Martins nega que perda de votos tenha motivado desistência

"Desisti por motivos pessoais, não por perda de votos. Quem sabe quem vai ganhar? Eleição se concretiza na abertura das urnas", disse o deputado federal.

O deputado federal Rodrigo Martins (PSB) concedeu entrevista ao GP1 neste domingo (19), e desmentiu rumores de que teria desistido da reeleição por uma suposta perda de votos na campanha. O parlamentar revelou que não chegou a comunicar ao seu partido a decisão de recuar, pois de acordo com ele, essa foi uma deliberação de cunho pessoal tomada em junto com toda a família.

Rodrigo reafirmou que o incidente aéreo que sofreu recentemente, somado a uma sequência de problemas familiares, foi determinante para sua decisão final.

“Eu saí no momento que estava bem avaliado nas pesquisas e no meu trabalho. Falácias vão acontecer, mas, eu estava ciente do meu trabalho e com uma facilidade de reeleição. Desisti por motivos pessoais, não por perda de votos. Quem sabe quem vai ganhar? Eleição se concretiza na abertura das urnas. Eu não comuniquei ao PSB e não pedi a opinião do partido porque foi uma decisão pessoal e familiar”, disse Rodrigo.

  • Foto: Divulgação/AscomDeputado Rodrigo MartinsDeputado Rodrigo Martins

“São dez anos de movimentação política, como vereador e depois deputado. Me orgulha muito, mas, estou saindo da mesma forma que entrei, de cabeça erguida. Nunca trai meus princípios e decisão familiar, sobretudo, depois do incidente de avião. Meus pais são vivos e têm 70 anos, minha filha tem 10 anos e quase não acompanhei seu crescimento. Ainda tem outros problemas, meu tio faleceu com câncer, outro está acometido com problemas de saúde. Foi uma decisão difícil, mas não poderia deixar de atender ao pedido da minha família”, destacou o deputado federal.

Coordenar campanha do tio

Rodrigo Martins informou ainda à nossa reportagem, que vai ajudar a coordenar a campanha do tio, Wilson Martins (PSB), que disputa uma vaga no Senado, além de apoiar Luciano Nunes (PSDB) que concorre ao Governo do Piauí.

“Vou ficar coordenando a campanha do Wilson Martins e ajudar na caminhada do Luciano Nunes também, contribuindo sempre. Eu não vivo de política, sou dentista concursado de União e Teresina, tinha consultório e atuava. Eu nunca levei política como carreira e sim como missão. Não estou afirmando que não serei mais candidato e não irei mais participar, pelo contrário, estou saindo por circunstâncias de momento”, frisou Martins.

PSB

Rodrigo não acredita que sua desistência possa trazer prejuízos para coligação e nem tampouco, para o PSB. Ele argumentou que devido a sua forte militância na oposição, os eleitores tendem a escolher outro nome que figure em solo oposicionista.

“Não muda em nada, fiz oposição ferrenha ao Governo do Estado e ao presidente Michel Temer. Por isso, acredito que a tendência é a maioria dos meus votos migrar para a oposição. Avalio que por minha postura, a tendência é que meu eleitorado procure um deputado de oposição”, concluiu o deputado federal.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wilson Martins sobre recuo de Rodrigo: “Nos cabe apenas respeitar”

Deputado Rodrigo Martins desiste de ser candidato à reeleição

Rodrigo Martins diz que Luciano representa uma mudança para o Piauí

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.