GP1

Teresina - Piauí

Wellington Dias quer padrão de qualidade em comércio na Praça do Verdão

O petista informou que “o próprio estado se dispôs para garantir as condições da permanência” dos vendedores de carro que atuam na região, conhecida como Pedra.

O governador Wellington Dias (PT) disse que os imbróglios acerca da propriedade do terreno localizado em frente ao Ginásio Verdão, onde existe a Praça João Gayoso, estão resolvidos. A declaração foi dada na última sexta-feira (12).

O petista informou que “o próprio estado se dispôs para garantir as condições da permanência” dos vendedores de carro que atuam na região, conhecida como Pedra.

  • Foto: Helio Alef/GP1Wellington DiasWellington Dias

“Da parte do estado e no entendimento com o próprio empresário a gente reconhece que há uma tradição na Pedra, que a gente tem essa comercialização, foi previsto e o próprio estado se dispôs para garantir as condições da permanência”, afirmou.

“Padrão de qualidade”

“O que queremos é um padrão de qualidade, onde se tenha um regramento próprio das atividade o setor público com privado, para dar segurança a todas as pessoas que participam das atividades do Verdão”, concluiu o petista.

Entenda o caso

No último dia 29 de março deste ano, mais de 100 corretores de veículos realizaram uma manifestação contra a privatização do estacionamento do Ginásio Verdão, que passou a ser gerido pela empresa SIM, através de Parceira Público-Privada junto ao Governo do Estado do Piauí.

Segundo os corretores, a empresa colocou grades ao redor do estacionamento e sinalizou cobrar uma taxa de R$ 110,00 mensais para que os vendedores autônomos utilizassem o espaço.

Em entrevista ao GP1, o presidente do Sindicato dos Corretores de Veículos do Piauí, Ivan Cabral, explicou que a classe foi pega de surpresa. “Nós estamos aqui há 25 anos, nós temos documentos, nós não viemos para cá à toa. Aqui não existia nada, conseguimos asfalto, iluminação, a sede do sindicato e hoje chega uma empresa e quer tirar nós daqui. Em todo o lugar do Brasil existe a Feira Livre de Veículos e agora querem nos tirar isso”, afirmou.

  • Foto: DivulgaçãoRemoção das grades da praça do VerdãoRemoção das grades da praça do Verdão

Firmino Filho mandou retirar grades

O prefeito Firmino Filho (PSDB) mandou retirar as grades do local e esteve presente na manhã do último sábado (06) com os corretores de veículos. Ele disse ainda que a realocação dos trabalhadores feita pelo ex-governador do Piauí, Wall Ferraz, gerou “crescimento e geração de renda” no local. Anteriormente, eles utilizavam a Praça Saraiva para revender os veículos e nos últimos 25 anos estão trabalhando no estacionamento da Praça João Gayoso, de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Teresina, através de decreto n° 074/1976.

A autorização de retirada das grades do local por uma equipe de fiscais do município endossou a queda de braço entre Governo do Estado e Prefeitura Municipal.

Governo acionou a Justiça

A Procuradoria Geral do Estado ingressou com uma ação contra o Município de Teresina para impedir que a Praça João Gayoso seja utilizada pelo prefeito Firmino Filho como área de exploração de Parceria Público Privada com a finalizada de tornar o espaço uma área de estacionamento rotativo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Firmino Filho manda retirar grades da praça do ginásio Verdão

Caso Verdão: Governo entra na Justiça contra ato de Firmino Filho

Firmino Filho diz não ter dúvidas sobre posse da praça do Verdão

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.