GP1

Teresina - Piauí

Iniciadas obras de viaduto do Mercado do Peixe e duplicação da BR 343

A construção do viaduto é uma forma de agilizar o trânsito na rotatória que recebe, diariamente, 33 mil veículos.

Marcelo Cardoso/GP1 1 / 9 Obras iniciadas Obras iniciadas
Marcelo Cardoso/GP1 2 / 9 Obras executadas pelo DNIT Obras executadas pelo DNIT
Marcelo Cardoso/GP1 3 / 9 Rotatória do Mercado do Peixe Rotatória do Mercado do Peixe
Marcelo Cardoso/GP1 4 / 9 A duração da obra será de dois anos A duração da obra será de dois anos
Marcelo Cardoso/GP1 5 / 9 Os trabalhos iniciaram sexta-feira Os trabalhos iniciaram sexta-feira
Marcelo Cardoso/GP1 6 / 9 Equipamentos utilizados na obra do viaduto Equipamentos utilizados na obra do viaduto
Marcelo Cardoso/GP1 7 / 9 Obra custará 16 milhões de reais Obra custará 16 milhões de reais
Marcelo Cardoso/GP1 8 / 9 A obra tem como objetivo aliviar o trânsito na região A obra tem como objetivo aliviar o trânsito na região
Marcelo Cardoso/GP1 9 / 9 Quase 33 mil veículos passam pela rotatória por dia Quase 33 mil veículos passam pela rotatória por dia

As obras de construção do viaduto do Mercado do Peixe e da duplicação da BR 343 iniciaram nesta sexta-feira (31). A estimativa é que os trabalhos serão realizados em um período de dois anos. A obra está orçada em 16 milhões de reais.

Em entrevista ao GP1 na manhã deste sábado (01), o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), José Ribamar, explicou como serão desenvolvidos os trabalhos. A expectativa é que, somente o viaduto, será concluído em oito meses.

“A obra é também a duplicação da BR 343, de uma extensão de 5,2 KM que vai da ladeira do Uruguai até a ponte sob o Rio Poti próximo do Conjunto Tancredo Neves. Dentro desse trecho, tem um viaduto na interseção com a dos Avenida dos Expedicionários ali no Mercado do Peixe, tem três viadutos ferroviários logo ali depois e tem um viaduto na interseção na entrada da ponte da Anselmo Dias”, comentou.

A construção do viaduto é uma forma de agilizar o trânsito na rotatória que recebe, diariamente, 33 mil veículos. “É fundamental para melhorar o trânsito. Ali, por exemplo, nos horários de pico como meio-dia e 18h, é um verdadeiro terror. Passam 33 mil veículos por dia naquela rotatória”, completou o superintendente.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.