GP1

Teresina - PI

Osmar diz que Governo mantém diálogo com professores em greve

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE) reivindica reajuste no salário dos servidores, que somados chegam ao percentual de 17,01%.

O secretário de Governo, Osmar Júnior (PCdoB), reiterou que o governador Wellington Dias (PT) segue dialogando com os professores grevistas da rede estadual de ensino. Com as atividades paralisadas há 25 dias, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE) reivindica reajuste no salário dos servidores, que somados chegam ao percentual de 17,01%.

Durante entrevista à imprensa nessa quinta-feira (05), durante a comemoração alusiva ao aniversário de 58 anos de Wellington Dias, Osmar Júnior destacou que o Palácio de Karnak ‘sempre’ está aberto ao diálogo e disse que a prioridade da gestão petista é a educação.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Osmar JúniorOsmar Júnior

“O Governo tem sempre estado aberto ao diálogo. Esta semana mesmo recebemos a diretoria do SINTE lá na Secretaria de Educação. O Governo tem como prioridade a educação tanto é que desde que foi criado o piso, o Governo sempre reajustou os salários mesmo pagando acima do piso nacional”, explicou o secretário.

Consequências

Nas últimas semanas, o governador Wellington Dias chegou a dizer que vai cortar o ponto dos professores em greve alegando que o pagamento salarial do magistério acima do piso nacional, estabelecido em R$ 2.886,00.

Osmar Júnior foi enfático ao afirmar que medidas legais serão tomadas caso seja mantida a paralisação. “Estamos sempre abertos ao diálogo e vamos continuar. Quanto à questão da greve, todo ato tem consequência legais. As consequências legais naturalmente existiram. Quanto a isso não se pode ter dúvida”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington Dias afirma que vai cortar ponto de professores em greve

Professores da rede estadual iniciaram greve geral no Piauí

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.