GP1

Teresina - Piauí

Dr. Pessoa afirma que vai decretar calamidade no transporte público

Conforme o chefe do Palácio da Cidade, a Strans está autorizada a procurar novas empresas.

Em decorrência da greve no transporte público, já deflagrada pelos motoristas e cobradores de ônibus, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), afirmou nesta quarta-feira (27), que irá decretar calamidade pública, assim que o movimento grevista tiver início.

“Dependendo do andar das coisas, só não vou postergar, essa é uma ação firme e, aliás, já está assinado e autorizado [o decreto de calamidade pública], basta ter algum início de greve. Já está autorizado que a prefeitura tome uma decisão drástica, mas boa para o usuário e para a população”, declarou o prefeito.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Dr. Pessoa
Dr. Pessoa

Nova empresa para o transporte púbico

Ainda conforme o chefe do Palácio da Cidade, caso a greve, de fato, se concretize e seja realizada, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – Strans – estará autorizada a procurar novas empresas para atuarem no transporte público de Teresina.

“A Prefeitura já tomou uma decisão, se tiver algum início de greve, alguma ação de atrapalhar a população e já está determinado que a Strans procure outra empresa. Se isso ocorrer [greve], o plano B já está instalado e virá o que for bom para o povo, uma empresa nova”, destacou.

240 veículos substituindo os ônibus

A Strans, comunicou, nesta quarta-feira (28), que devido a possibilidade da greve dos motoristas e cobradores do transporte público de Teresina, o órgão vai colocar nas ruas, o total de 240 veículos para suprir e atender a necessidade do usuário, em todas as regiões da Capital.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.