GP1

Teresina - Piauí

PSD do Piauí articula para atrair líderes importantes visando 2022

A ex-candidata à Prefeitura de Teresina e atual secretária de Economia Solidária, Gessy Fonseca (PSC) está no radar do PSD.

O PSD está se movimentado com desenvoltura, sem alarde, nos bastidores da política com objetivo de montar um grupo competitivo para disputar as eleições de 2022. Imbuídos neste proposito, nomes como o da ex-candidata à Prefeitura de Teresina em 2020, secretária de Economia Solidária Gessy Fonseca (PSC) e o suplente de vereador, Sérgio Bandeira, que atualmente está no PSL, estão no radar do partido.

Em recente entrevista ao GP1, o deputado estadual Georgiano Neto reafirmou os planos da sigla, tanto no campo majoritário quanto no proporcional. Ele revelou que em algumas oportunidades já foi externado ao governador Wellington Dias (PT-PI) as pretensões do PSD para o próximo ano.

Foto: Lucas Dias/GP1Georgiano Neto (PSD)
Georgiano Neto (PSD)

“Nós já deixamos claro para o governador esse nosso desejo, o PSD vai pleitear uma vaga na chapa majoritária do Governo. A definição deste espaço vai depender da conjuntura de 2022. Além disso, estamos trabalhando para termos um time competitivo para Câmara e Assembleia Legislativa", destacou Georgiano.

No pleito de 2020, o PSD está entre os partidos com melhor resultado. Eles conseguiram eleger dois vereadores – Ismael Silva e Renato Berger – e ainda compõem a administração da Prefeitura de Teresina com indicação do primeiro suplente Draga Alana para a Secretaria de Esportes e Lazer da Capital, além de outros espaços de menor envergadura indicados pelo partido.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.