GP1

Política

Sílvio Mendes sobre possível retorno ao PSDB: “apenas olho e escuto”

Em entrevista ao GP1, Luciano Nunes disse ser um caminho natural a volta do ex-prefeito para o partido.

O nome do ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes tem sido bastante comentado nos últimos dias nos bastidores da política do Estado. O principal assunto é justamente a possível saída dele do Progressistas para retornar às fileiras do PSDB e ser uma das opções da sigla tucana para o pleito do ano que vem.

Sempre muito reservado, o ex-prefeito conversou com o GP1 neste sábado (08). Ele preferiu não se alongar sobre o assunto, mas disse que tem observado as movimentações. “Neste momento, apenas olho e escuto. O tempo está sendo preenchido com outras atividades”, declarou o ex-prefeito.

Foto: Lucas Dias/GP1Sílvio Mendes
Sílvio Mendes

Sílvio Mendes ainda comentou o fato de sempre ser lembrado quando todo processo eleitoral se aproxima. Para ele, isso é resultado do êxito que sempre mostrou como gestor público. “Fui prefeito de Teresina, reeleito com 72% dos votos válidos, deixei a gestão municipal com 92% de aprovação e pouca propaganda, além de ser médico há 44 anos. Isso ajuda a lembrar”, justificou o progressista.

Presidente estadual

A nossa reportagem conversou nessa sexta-feira (07) com o presidente do Diretório Estadual do PSDB, ex-deputado Luciano Nunes. Na avaliação do dirigente é um “caminho natural" o retorno de Sílvio Mendes para o PSDB.

“Sem dúvida existe um sentimento de bem querer do PSDB para com ele [Sílvio]. Tenho certeza que esse sentimento é recíproco. Entendo que o retorno dele ao PSDB seria visto com naturalidade ímpar. Vejo que seria um caminho natural o retorno do doutor Sílvio ao PSDB. Existe um sentimento forte no PSDB para seu retorno. Mas, vamos dar tempo ao tempo, vamos conversar e se for esse sentimento, vamos ver o momento apropriado para que ele possa retornar”, declarou Luciano na oportunidade.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.