GP1

Teresina - PI

Evandro Hidd aguarda decisão de Charles sobre filiação ao PDT

Conforme apurado e noticiado anteriormente pelo GP1, Charles da Silveira deve deixar o PSDB.

O presidente municipal do PDT, vereador Evandro Hidd, confirmou nesta sexta-feira (11) que aguarda definição do ex-presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Charles da Silveira, acerca da possível filiação à sigla. Conforme apurado e noticiado anteriormente pelo GP1, Charles deve deixar o PSDB.

Durante entrevista à imprensa, Hidd destacou que o nome de Chalres da Silveira engradece os quadros do PDT. A sigla trabalha a pré-candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República e pretende formar uma chapa para deputado estadual e deputado federal.

Foto: Lucas Dias/GP1Evandro Hidd
Evandro Hidd

“Estamos aguardando essa definição por parte do ex-reitor da UFPI, uma pessoa íntegra e que engrandece qualquer partido. Seria uma grande conquista para o PDT, um partido que tem a educação como sua maior bandeira trazer um ex-reitor, um professor de carreira, uma pessoa que fez tanto pela educação do estado do Piauí”, destacou Hidd.

Ao ser questionado se Charles da Silveira poderia disputar uma vaga na chapa proporcional da sigla, Hidd disse que a pergunta deveria ser feita para o ex-presidente da FMS. O objetivo de Silveira na chapa, conforme Evandro Hidd, é fortalecer ainda mais a sigla, que nas últimas eleições em Teresina conseguiu três cadeiras na Câmara.

“A ideia da gente é formar um partido que tenha representatividade, que tenha força e que tenha respaldo dentro do estado do Piauí. A gente não pode transformar o PDT em apenas uma legenda de aluguel. A gente acredita que o PDT possa ser um partido diferenciado, como já está sendo desde o ano passado, quando começamos o trabalho de fortalecimento do partido”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.