GP1

Teresina - PI

Ronney Lustosa evita comentar expulsão de suplentes do DEM

“Não posso me manifestar agora, pois somos instância de recurso”, declarou Lustosa ao GP1.

O presidente do Diretório do DEM no Piauí, Ronney Lustosa, preferiu não se pronunciar sobre a decisão da executiva municipal do Democratas de Teresina, que expulsou dois suplentes de vereadores Celso Henrique e Pedro Sandro, por uma suposta infidelidade partidária por terem votado no prefeito Dr. Pessoa (MDB) e não em Kleber Montezuma (PSDB).

“Não posso me manifestar agora, pois somos instância de recurso”, declarou Lustosa à nossa reportagem nesta quinta-feira (23).

Foto: Lucas Dias/GP1Ronney Lustosa
Ronney Lustosa

Vereadores

Os diretórios estadual e municipal do DEM estão em litígio com os vereadores da Capital Markim Costa e Capitão Roberval Queiroz. Mesmo diante da contrariedade dos dirigentes do partido, os dois parlamentares já anunciaram publicamente que permanecerão na base do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa.

Questionado por nossa reportagem se a punição dada aos dois suplentes poderia ser aplicada a Markim e Roberval, Ronney evitou se aprofundar no assunto. “São assuntos diferentes, com processos disciplinares específicos, cuja a responsabilidade é da executiva municipal. Não sei qual posição tomarão”, finalizou Lustosa.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.