GP1

Teresina - Piauí

Dr. Pessoa inaugura hospital pediátrico na zona sul de Teresina

O hospital municipal Dr. Noé de Cerqueira Fortes funcionará no antigo Hospital do Parque Piauí.

O prefeito Dr. Pessoa (MDB) inaugurou, na tarde desta quarta-feira (01), o hospital pediátrico municipal Dr. Noé de Cerqueira Fortes, que funcionará no antigo Hospital do Parque Piauí, na zona sul da capital. A unidade será o primeiro hospital municipal com atendimento exclusivo em pediatria, com funcionamento 24 horas em urgência, emergência e internação. O nome é uma homenagem ao pediatra Noé de Cerqueira Fortes, ex-secretário de Saúde de Teresina, que faleceu no ano passado.

Dr. Pessoa ressaltou que este é um hospital “de primeiro mundo”, e informou que os exames complementares que porventura não puderem ser feitos na unidade serão garantidos por meio de estabelecimentos já conveniados. “O hospital foi ampliado e reformado para atender crianças, estava atendendo casos de covid, agora será especificamente para crianças, com atendimento em ambulatório, urgência e emergência. É um hospital de primeiro mundo, e esse primeiro mundo está relacionado ao atendimento. Exames complementares que não puderem ser feitos aqui serão feitos em outros lugares já conveniados, então é uma alegria total saber que Teresina também tem um hospital da criança”, declarou.

Foto: Davi Fernandes/GP1Dr. Pessoa
Dr. Pessoa

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), doutor Gilberto Albuquerque, explicou que o hospital será de média complexidade, e que desempenhará um papel em conjunto com o Hospital Infantil Estadual Lucídio Portella, de alta complexidade.

Foto: Davi Fernandes/GP1A solenidade aconteceu nesta quarta-feira (1)
A solenidade aconteceu nesta quarta-feira (01)

“Teresina não tinha um hospital municipal de referência em pediatria, então a partir de agora Teresina tem um hospital com uma estrutura física muito boa, uma equipe excepcional de profissionais da área de pediatria, o que qualifica muito o atendimento, ou seja, você tem a certeza que agora aqui no hospital você não vai atendido só pelo especialista pediatra, mas também pelos sub especialistas precisarem. Temos o hospital em Teresina de alta complexidade, que é o Hospital Infantil, e agora temos o hospital de média complexidade, que é o hospital do Parque Piauí, e assim a gente faz a rede funcionar de forma adequada”, enfatizou.

Foto: Davi Fernandes/GP1Gilberto Albuquerque
Gilberto Albuquerque

O diretor do hospital, o médico Robert Alves, afirmou que a unidade está preparada e bem equipada para atender nas mais diversas áreas da pediatria, incluindo psiquiatria e psicologia infantil. “Estamos preparados, temos uma equipe médica de dois pediatras plantonistas para dar suporte na urgência e nos pacientes internados e dois pediatras prescritores, para que avaliem todos os dias os pacientes internados e façam o acompanhamento diário. Temos no ambulatório especialidade em endocrinologia pediátrica, psiquiatria e psicologia infantil, nutricionista, cardiopediatras, nefrologia pediátrico, neurologista e vamos ter hematologista também, isso vai dar um suporte na urgência, na internação e no ambulatório”, frisou.

Foto: Davi Fernandes/GP1Dr. Robert Alves
Dr. Robert Alves

Estrutura

O espaço dispõe de 36 leitos de internação exclusivos para pediatria (pacientes recém-nascidos e com idade até 15 anos), ambulatório especializado com consultas agendadas nas áreas de endocrinologia, psiquiatria, psicologia, neurologia, cardiologia e nutrição. Em breve será implantado o serviço de atendimento em odontologia.

O hospital também possui uma brinquedoteca para os pacientes internados e para aqueles que aguardam consultas especializadas no ambulatório. O local teve readequação de espaços e oferece os serviços de exames laboratoriais, Raio X 24 horas, ultrassonografia e eletrocardiograma para os pacientes internados.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.