GP1

Picos - Piauí

Paciente com suspeita de infecção por variante Delta morre em Picos

A Sesapi informou que idoso de 71 anos não havia tomado nenhuma dose dos imunizantes contra a covid-19.

Faleceu na noite de sábado (11) o aposentado Antônio Martins Rodrigues, de 71 anos, que estava com suspeita de infecção pela variante Delta. A informação foi confirmada ao GP1 nesta segunda-feira (13) pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi).

O idoso estava internado na UTI do Hospital Justino Luz, em Picos, desde o dia 4 de setembro. Conforme a coordenadora de Epidemiologia da Sesapi, Amélia Costa, o idoso tinha problema cardíaco crônico e não havia tomado nenhuma dose dos imunizantes contra a covid-19.

Foto: Divulgação/AscomHospital Justino Luz
Hospital Justino Luz

“Outra situação que levou ao agravo do quadro de saúde do paciente é o fato dele, mesmo com 72 anos, não ter tomando nenhuma dose das vacinas contra a Covid-19 e também ser portador de uma doença cardíaca crônica. Por isso alertamos para a necessidade da vacinação e da continuidade dos demais cuidados, como o uso de máscara, não aglomeração, que estão sendo negligenciados por muitas pessoas”, afirmou a coordenadora.

A Secretaria de Estado de Saúde já havia encaminhado os exames do paciente para a FioCruz, no Rio de Janeiro, para confirmar se de fato o Antônio Martins estava infectado com a variante Delta. Até o momento o resultado dos exames não saiu. A previsão é de 45 dias.

Entenda o caso

De acordo com a coordenadora de Epidemiologia da Sesapi, Amélia Costa, as informações repassadas pelo hospital é que o homem viajou para São Paulo no dia 12 de agosto e retornou a Picos no dia 24 do mesmo mês. No dia 26 o idoso apresentou sintomas da doença, mas procurou o hospital apenas no dia 3 de setembro. O idoso realizou a viagem de São Paulo para Picos por meio de um ônibus clandestino.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.