GP1

Teresina - Piauí

Acusado de matar sogro a facadas é preso na zona sudeste de Teresina

Segundo a PM, o suspeito estava utilizando um nome falso e foi denunciado por vizinhos que o estranhavam.

Um homem, de nome não revelado, acusado de assassinar o próprio sogro a golpes de faca, em maio de 2020, na cidade de Caxias, foi preso nesta quinta-feira (23), por equipes do 8º Batalhão da Polícia Militar do Piauí (PM-PI), no Povoado Lagoa dos Afonsinhos, zona rural sudeste de Teresina.

De acordo com o comandante do 8º Batalhão da PM, major Moreira Filho, a prisão do suspeito ocorreu após moradores da zona rural sudeste desconfiar de que o acusado estava morando nas proximidades. O acusado estava utilizando um nome falso e já possuía outra companheira no povoado.

“Em maio de 2020, ocorreu esse homicídio no Povoado Remanso, na zona rural de Caxias. E nesses últimos dias, esse suspeito foi visto na zona rural sudeste que o 8º BPM atende. Alguns vizinhos achavam estranho a presença dele e junto com a Polícia Civil do Maranhão, conseguimos ter êxito na prisão dele, por meio de mandado. Junto com ele, encontramos uma arma de fabricação caseira. O nome que ele utilizava lá era Marcos e provavelmente sua atual companheira não estava sabendo do crime”, informou o comandante.

Ainda conforme o major Moreira, o crime ocorreu em maio de 2020, por motivo fútil, quando o suspeito desferiu três facadas contra seu sogro, na zona rural de Caxias, no Maranhão. Após morrer, a vítima deixou cinco filhos.

“Sobre como ocorreu o homicídio, nós temos poucos detalhes, a informação que nos chegou é que foi por motivo fútil, que podia ter sido gerada por uma discussão e a vítima morreu após sofrer três golpes de faca”, destacou o major.

Após ser localizado e preso, ele foi encaminhado pela PM à Central de Flagrantes de Teresina e deve ser levado ao sistema prisional maranhense, onde vai responder pelo crime.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.