GP1

Teresina - Piauí

Sobrevivente de acidente com 4 mortes em Timon precisa de doação de sangue

A jovem Raynara Karla possui o tipo sanguíneo A+ e pode receber doações dos tipos A+, A-, O+ e O-.

A jovem Raynara Karla da Conceição dos Santos, de 19 anos, que foi a única sobrevivente do acidente envolvendo três veículos e que deixou 4 mortos, na BR 316, em Timon, segue internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e precisando de doação de sangue, por conta de seu quadro de saúde. A tragédia ocorreu no último sábado, 8 de janeiro.

O tipo sanguíneo da jovem é A+ e ela pode receber doações de pessoas com sangue dos tipos A+, A-, O+ e O-. As doações devem ser realizadas no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi). Basta o doador se dirigir ao local, alimentado, realizar um rápido cadastro e fazer a doação.

Foto: Reprodução/InstagramRaynara Karla
Raynara Karla

Quatro pessoas morreram no acidente

A Polícia Rodoviária Federal do Maranhão (PRF-MA) afirmou nesta segunda-feira (10) que quatro pessoas morreram em uma colisão que envolveu um Fiat Palio, uma Fiat Toro e uma Volkswagen Saveiro, na tarde do dia 8 de janeiro, na BR 316, no Residencial Novo Tempo, em Timon.

Conforme a PRF, no veículo Fiat Palio havia cinco ocupantes, três deles foram a óbito no local, um adolescente de 13 anos e dois adultos de 20 e 30 anos. Além do condutor, que morreu após ser socorrido, havia ainda uma quinta pessoa, que é a jovem Raynara Karla, de 19 anos.

O motorista do Fiat Palio seguia no sentido Timon/Caxias, quando por motivo ainda desconhecido perdeu o controle da direção, invadiu a pista contrária e foi atingido violentamente na lateral esquerda pela Saveiro, que seguia no sentido oposto.

Sem ter como evitar a colisão, uma Fiat Toro, que vinha imediatamente atrás da Saveiro acabou batendo na parte traseira.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.