GP1

Teresina - Piauí

Juíza Zilnar Coutinho manda soltar acusado de matar empresário em Teresina

A decisão foi proferida nessa quinta-feira (13). A vítima foi morta com dois tiros na cabeça.

A juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina, em decisão proferida nessa quinta-feira (13) mandou soltar Antônio Lucas de Sousa, acusado de matar a tiros o empresário Lucas Vieira de Sousa em um lava-jato no bairro Promorar, zona sul da Capital, no ano de 2018.

Na mesma sentença que determinou a soltura, a magistrada pronunciou Antônio Lucas de Sousa para que ele seja submetido a julgamento pelo Tribunal Popular do Júri, pelo homicídio contra o empresário. A decisão de soltar o acusado se deu, segundo a juíza, por não haver elementos que autorizem a manutenção da prisão preventiva, que foi decretada em outubro de 2018.

Reprodução/FacebookLucas Sousa
Lucas Sousa

“Analisando os autos, verifico que foi decretada a prisão preventiva do acusado Antônio Lucas de Sousa em decisão proferida pelo Juízo da Central de Inquéritos desta Capital no dia 23 de outubro de 2018, mas ultimada a instrução criminal não se colhe dos elementos probatórios carreados para o bojo dos autos, que autorizem a manutenção da sua segregação cautelar”, entendeu a juíza Maria Zilnar Coutinho Leal.

Diante disso, a magistrada revogou a prisão e determinou expedição do alvará de soltura do réu. “Assim sendo e com base no art. 316 do CPP, revogo a decisão que decretou a prisão do acusado e determino que em seu favor seja expedido o competente alvará de soltura”, decretou.

O crime

Lucas Vieira de Sousa foi assassinado com dois tiros na cabeça no dia 19 de setembro de 2018, em um lava-jato de sua propriedade no bairro Promorar.

Conforme o Ministério Público, Antônio Lucas de Sousa, na companhia de Frankelino Lacerda dos Reis e mais um outro terceiro elemento não identificado se aproximaram do estabelecimento em veículo Celta e ficaram à espreita, no momento em que o empresário saiu do local, Antônio Lucas teria saído do banco traseiro do carro portando uma pistola .40, atirando contra a vítima.

De acordo com a decisão judicial proferida pela juíza Maria Zilnar Coutinho, com base na denúncia formulada pelo Ministério Público e também levando em conta depoimentos de testemunhas, há nos autos indícios suficientes que apontam Antônio Lucas de Sousa como o autor do homicídio contra o empresário Lucas Vieira.

Frankelino Lacerda dos Reis também foi pronunciado para ser julgado pelo Tribunal Popular do Júri. As datas para os julgamentos ainda não foram definidas.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.