GP1

Piauí

Liminar que determinou a volta de Lysia Bucar causa insegurança


 A liminar concedida pelo desembargador Francisco Antônio Paes Landim determinando a volta de Lysia Bucar ao Cartório do 2° Oficio de Notas e Registro, o conhecido Naila Bucar, causa profunda insegurança jurídica.
Imagem:FacebookLysia Bucar(Imagem:Reprodução/Facebook)Lysia Bucar
Afinal de contas, a tabeliã foi afastada pelo então corregedor-geral do Tribunal de Justiça, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, após ser comunicado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que o ministro Teori Zavascki derrubou a liminar que mantinha Lysia Bucar a frente do cartório.

Ao que parece, para alguns, do Piauí, o STF não dá a palavra final nas questões jurídicas no Brasil.
Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.