GP1

Piauí

Delegada Mariana Paranhos assume o comando da PF no Piauí

Mariana Paranhos assumiu o cargo que antes era ocupado pela delegada Fabiana de Araújo Macedo, que tinha sido a primeira mulher a ocupar o comando da Polícia Federal no Piauí.

O secretário executivo adjunto do Ministério da Justiça e Segurança, Washington Leonardo Guanaes Bonini, nomeou no dia 26 de março a delegada Mariana Paranhos Calderon para exercer o cargo de Superintendente Regional da Polícia Federal no Piauí.

Mariana Paranhos assume o cargo que antes era ocupado pela delegada Fabiana de Araújo Macedo, que tinha sido a primeira mulher a ocupar o comando da Polícia Federal no Piauí.

  • Foto: Divulgação/ADPFMariana Paranhos Calderon Mariana Paranhos Calderon

Fabiana Macedo havia assumido o cargo no dia 20 de março de 2018 e a troca de comando é realizada sempre a cada dois anos, mas a mudança ocorreu a pedido do Ministro da Justiça Sérgio Moro. Fabiana Macedo foi exonerada no dia 25 de fevereiro deste ano.

A nova Superintendente Regional da Polícia Federal no Piauí estava ocupando o cargo de chefe da Divisão Nacional de Análise Administrativa da PF.

A delegada

Mariana Paranhos Calderon é delegada de Polícia Federal, especialista em Ciências Criminais e em Inteligência Policial, com atuação em diversas áreas, dentre elas a prevenção e repressão a entorpecentes, docência na Academia Nacional de Polícia e a cooperação internacional técnica junto às polícias de países da África, América Central e Ásia. Ela já foi chefe da Divisão de Doutrina de Inteligência e Treinamento da Diretoria de Inteligência da Polícia Federal, setor responsável pela elaboração e revisão doutrinária, além de promover a capacitação dos recursos humanos especializados.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Fabiana Macedo é exonerada da superintendência da PF no Piauí

Delegada Fabiana Macedo assume comando da Polícia Federal no Piauí

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.