GP1

Piauí

STJ reduz pena de Correia Lima no caso do policial Saffanelli

A decisão do ministro Reynaldo Soares da Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi dada no dia 30 de agosto deste ano.

O ministro Reynaldo Soares da Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), julgou procedente Habeas Corpus impetrado pela defesa do ex-coronel Correia Lima e reduziu para 21 anos, 8 meses e 12 dias de reclusão a condenação do ex-militar no caso da morte do policial Leandro Saffanelli Bernardes. A decisão foi dada no dia 30 de agosto deste ano.

Ele foi condenado a 23 anos e sete meses de prisão pelo Tribunal Popular do Júri. O julgamento aconteceu no dia 30 de setembro de 2013.

A defesa alegou exacerbação da pena base pela juíza Maria do Perpétuo Socorro Ivani Vasconcelos no momento de expedir a sentença.

“Concedo a ordem, de ofício, para reduzir a pena definitiva do paciente ao novo patamar de 21 anos, 8 meses e 12 dias de reclusão, mantidos os demais termos da condenação”, decidiu o ministro.

Morte

A morte de Leandro ocorreu em 1989 na cidade de Parnaíba quando o policial tinha apenas 23 anos de idade e namorava a filha do ex-coronel. Correia Lima por ser contrário ao relacionamento teria mandado executar Safanelli.

NOTÍCIA RELACIONADA

Correia Lima é condenado a 23 anos de prisão por morte de policial em Parnaíba

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.