GP1

Piauí

Incêndio atinge campus da Universidade Estadual em Picos

O incêndio foi comunicado através de nota divulgada pela universidade nesta sexta-feira (02). As causas do incêndio estão sendo apuradas pelo Corpo de Bombeiros.

Um incêndio atingiu a Universidade Estadual do Piauí (Uespi) no campus Prof. Barros Araújo na cidade de Picos, nesta quinta-feira (01). O fato foi comunicado através de nota divulgada pela universidade nesta sexta-feira (02) lamentando o ocorrido.

Em nota, a Uespi informou que o fogo foi iniciado em um terreno atrás do campus e atingiu um espaço dentro da instituição. As chamas causaram danos em algumas salas, aparelhos de ar-condicionado e o espaço de pesquisa do curso de Agronomia.

Danos maiores foram evitados devido ao campus possuir hidrantes e mangueiras, que foram usados pelos servidores e seguranças do local até a chegada do Corpo de Bombeiros. As causas do incêndio ainda estão sendo apuradas.

Confira nota na íntegra

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) vem informar que no dia de ontem, 01 de outubro, o campus de Picos foi atingido por um incêndio.

O fogo foi colocado em um terreno atrás do campus, mas, infelizmente, o fogo atingiu um espaço dentro da instituição. As causas ainda estão sendo apuradas pelo Corpo de Bombeiros.

O Campus Prof. Barros Araújo tem hidrante e mangueiras que, prontamente, foram usados pelos servidores e seguranças do local, que conseguiram evitar um dano ainda maior até a chegada do Corpo de Bombeiros, que controlou o fogo e resfriou a área.

A Diretora do campus está fazendo o levantamento de todas as avarias para, posteriormente, a Pró-reitoria de Administração (PRAD) tomar as providências necessárias. Mas já sabemos de prejuízos em algumas salas, aparelhos de ar-condicionado e o espaço de pesquisa do curso de Agronomia.

A Administração Superior e toda a comunidade uespiana lamenta o ocorrido e pede a comunidade em geral que evitem as queimadas, não façam fogueiras, cuidado com as bitucas de cigarro, que podem provocar grandes incêndios na mata seca, tudo isso e outras medidas são necessárias para evitar prejuízos materiais e consequências mais graves, como a morte de animais e vidas humanas.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.